Arquivos Biografia | Página 2 de 5 | Minha Vida Literária
Minha Vida Literária
29

dez
2016

[Resenha] Autobiografia de um místico espiritualmente incorreto – Osho

autobiografia-de-um-mistico-espiritualmente-incorreto-minha-vida-literaria

Título: Autobiografia de um místico espiritualmente incorreto
Autor: Osho
Editora: Planeta
Número de Páginas: 352
Ano de Publicação: 2016
Skoob: Adicione
Compare e Compre: AmazonSaraivaSubmarino

Os segredos e mistérios da vida do principal místico do século XX. Realizado a partir de quase cinco mil horas de conversas gravadas de Osho, e compilado por dois de seus principais discípulos, este é o livro mais completo sobre a vida e a obra deste grande mestre. Nele, o leitor poderá saber como foi a juventude de Osho, como foi sua formação, a importância de sua atuação como professor de filosofia e outras muitas histórias acumuladas em anos de viagem para revelar a importância da meditação e do despertar da consciência individual. Nos depoimentos, acompanhamos sua infância na Índia, criado pelos avós maternos, a educação longe das escolas, a rebeldia com a religião, o gosto pela reflexão desde garoto. Osho também relata seu período de estudante universitário, no início dos anos 1950, a experiência de lecionar e os momentos de revelação e iluminação. Nestas páginas, repletas de pensamentos sobre amor, sexo e meditação, será possível conhecer o homem por trás dos ensinamentos, a matéria por trás da teoria.

Continue lendo »

27

dez
2016

[Resenha] Diários – Susan Sontag

diarios-susan-sontag-minha-vida-literaria

Título: Diários
Autor: Susan Sontag
Editora: Companhia das Letras
Número de Páginas: 344
Ano de Publicação: 2009
Skoob: Adicione
Compare e Compre: AmazonAmericanasSubmarino

No presente volume dos Diários de Susan Sontag, a futura autora de enorme prestígio internacional detalha seus pensamentos, seu impressionante volume de leituras, seus movimentos no dia a dia e as relações que a levariam a repensar em profundidade suas noções de sexo, amor e parentesco, tudo isso antes dos trinta anos. “Quem inventou o casamento era um torturador astuto. É uma instituição destina-da a embotar os sentimentos.” Reflexões agudas como essa, entre a amargura e a ironia, fazem parte da matéria-prima destes Diários, espécie de buraco da fechadura privilegia-do por onde se enxerga a intimidade mental e existencial dos anos de juventude de uma das intelectuais mais influentes da América do pós-guerra. Selecionados por seu filho David Ri-eff depois da morte da autora, os trechos ora pu-blicados exibem um foco te-mático irrequieto que se desloca num caleidoscópio de assuntos da esfera pessoal e cul-tural. A par do seu vasto itinerário de leituras e experiências de fruição artística, presen-ciamos aqui, em registro confessional, a descoberta adolescente da sexualidade, as vi-vências como caloura precoce na Universidade da Califórnia, onde ingressou aos dezes-seis anos, o breve casamento aos dezoito com seu professor Philip Rieff e as duas gran-des relações amorosas mantidas com mulheres na sua fase de jovem adulta. Os Diários nos transportam, enfim, para o denso e rico mundo mental de uma jovem Susan Sontag em plena batalha diária para se tornar Susan Sontag.

Continue lendo »

14

dez
2016

[Resenha] O Livro da Menina – Raffa Fustagno

o-livro-da-menina-raffa-fustagno-minha-vida-literaria

Título: O Livro da Menina
Autor: Raffa Fustagno
Editora: Babilonia Cultura Editorial
Número de Páginas: 144
Ano de Publicação: 2016
Skoob: Adicione
Compare e Compre: Cia dos LivrosTravessa

Mais que paixão de blogueira por literatura e cinema, em sua obra de estreia, a jornalista, booktuber, cinéfila e blogueira Raffa Fustagno compartilha as emoções despertadas por livros e filmes.

A Menina cresceu e agora sai em busca de novas plataformas de interação com seu público. Das redes sociais para as páginas impressas, sem perder o estilo, inconfundível, seu fascínio pela leitura e pela telona aparece estampado em cada relato de O Livro da Menina.

A empatia com o público young adult e a necessidade de ampliar os canais de diálogo foram alguns dos incentivos para este livro. O Livro da Menina reúne histórias que a autora compartilha no blog A Menina que Comprava Livros e nos eventos que apresenta, e como a literatura e o cinema mobilizam sua vida.

Continue lendo »

25

out
2016

[Resenha] Renato Russo: O Filho da Revolução – Carlos Marcelo

renato-russo-o-filho-da-revolucao-minha-vida-literaria

Título: Renato Russo: O Filho da Revolução
Autor: Carlos Marcelo
Editora: Planeta
Número de Páginas: 464
Ano de Publicação: 2016
Skoob: Adicione
Compare e Compre: Amazon ♥ AmericanasSubmarino

A mais completa biografia do vocalista da Legião Urbana ganha edição revista, atualizada e ampliada pelo autor. Escrita a partir de mais de cem entrevistas e de pesquisas realizadas ao longo de nove anos, Renato Russo – o filho da revolução narra, de forma fluente e minuciosa, a transformação do adolescente Renato Manfredini Junior no maior ídolo do rock brasileiro. A vivência intensa em Brasília sob a ditadura militar nos anos 1970 é reconstituída em detalhes neste best-seller lançado em 2009, presença constante na lista dos mais vendidos de não ficção daquele ano. Manuscritos com os planos ambiciosos do iniciante. Renato e os rascunhos de sucessos como Tempo perdido e Eduardo & Monica também são reproduzidos com exclusividade, bem como as letras vetadas pela Censura Federal. Além dos depoimentos de integrantes da Legião, Capital Inicial, Plebe Rude, Paralamas e de outras bandas da era de ouro do rock nacional, a nova edição inclui capítulo inédito elaborado a partir de entrevistas com amigos e colegas, como Marisa Monte, que trabalharam e conviveram com Renato Russo no período final de sua vida, encerrada prematuramente aos 36 anos, em 11 de outubro de 1996. Lembranças e histórias do maior ídolo de sua geração e que, com a sua poética incisiva e lírica, continua a fascinar – e a emocionar – jovens de todas as idades.

Continue lendo »

13

set
2016

[Resenha] Só Garotos – Patti Smith

só-garotos-minha-vida-literaria

Título: Só Garotos
Autor: Patti Smith
Editora: Companhia das Letras
Número de Páginas: 280
Ano de Publicação: 2010
Skoob: Adicione
Compare e Compre: AmazonAmericanasSubmarino

Crescida numa família modesta de Nova Jersey, Patti Smith trabalhou em uma fábrica e entregou seu primeiro filho para adoção, antes de se mandar para Nova York, com vinte anos, um livro de Rimbaud na mala e nada no bolso. Era o final dos anos 1960, e Patti teve de se virar como pôde – morou nas ruas de Manhattan, dividiu comida com um mendigo, trabalhou e dormiu em livrarias e até roubou os colegas de trabalho, enquanto conhecia boa parte dos aspirantes a artistas que partilhavam a atmosfera contestadora do ‘verão do amor’. Foi então que conheceu o rapaz de cachos bastos que seria sua primeira grande paixão – o futuro fotógrafo Robert Mapplethorpe, para quem Patti prometeu escrever este livro, antes que ele morresse de aids, em 1989. ‘Só Garotos’ é uma autobiografia nada convencional. Tendo como pano de fundo a história de amor entre Patti e Mapplethorpe, o livro é também um retrato confessional da contracultura americana dos anos 1970. Muitas vezes sem dinheiro e sem emprego, mas com disposição e talento, os dois viveram intensamente períodos de grandes transformações e revelações – até mesmo quando Robert assume ser gay ou quando suas imagens ousadas e polêmicas começam a ser reconhecidas e aclamadas pelo mundo da arte.

Continue lendo »

páginas 12345

Minha Vida Literária

Caixa Postal 452

Mogi das Cruzes/SP

CEP: 08710-971

Siga nas redes sociais

© 2020 • Minha Vida Literária • Todos os direitos reservados • fotos do topo por Ingrid Benício