[Resenha] Amor Plus Size — Larissa Siriani | Minha Vida Literária
Minha Vida Literária
21

jul
2020

[Resenha] Amor Plus Size — Larissa Siriani

Maitê Passos é uma garota linda, de dezessete anos e mais de cem quilos. Ela passou a infância e a adolescência sendo resumida ao peso. Mas e quando é justamente esse o fator que pode mudar completamente a sua vida?
Em meio ao turbilhão do ensino médio, com uma mãe obcecada por dietas, um crush antigo por Alexandre, o cara mais gato da escola, e uma amizade deliciosa com Isaac, fotógrafo amador, Maitê vai descobrir que não precisa ser igual a todas as outras meninas para ser feliz.
Neste romance corajoso e cheio de reviravoltas, Larissa Siriani narra a história de uma jovem descobrindo seu lugar no mundo, construindo uma jornada incrível de autoconhecimento, aceitação e empoderamento.

 

Ficha Técnica

Título: Amor Plus Size
Autor: Larissa Siriani
Editora: Verus
Número de Páginas: 280
Ano de Publicação: 2016
Skoob: Adicione
Compare e compre: AmazonAmericanasSubmarino

 
 
 

Resenha: Amor Plus Size

Amor Plus Size é o romance jovem adulto de Larissa Siriani que traz o melhor do gênero: uma protagonista vivendo as angústias das paixões na adolescência, uma narrativa fluida e gostosa de se ler, além de um debate extremamente importante — os transtornos alimentares e a aceitação corporal. A autora também assina o romance de época O Amante da Princesa e, em parceria com Leo Oliveira, o conto Todos Nós Vemos Estrelas.

Maitê está em seu último ano do ensino médio, acostumada em ter poucos amigos e enfrentando a luta diária em casa por conta do seu peso. Com mais de 100kg, ela não aguenta mais todas as dietas impostas pela mãe, nem as limitações em sua vida, já que o mundo ignora pessoas como ela. Quando sua paixão da escola parece finalmente notá-la, Maitê inicia um processo de transformação que a fará questionar quem, em primeiro lugar, deve ser a pessoa a enxergá-la como ela é.

O livro se inicia com uma cena do futuro, no qual a Maitê adulta e modelo Plus Size encontra uma jornalista para uma entrevista sobre sua carreira. Ela, então, permite-se relembrar sua trajetória, narrando para nós os acontecimentos da passagem dos seus 17 para os 18 anos que mudaram toda sua vida. Em primeira pessoa, mergulhamos em cada capítulo acompanhando os eventos cena a cena, como se eles estivessem acontecendo naquele instante. A linguagem de Larissa Siriani é clara, fazendo da leitura tranquila e agradável, além de facilmente envolvente. Não precisamos de muito para nos aproximarmos de Maitê e de suas emoções.

Ainda que em muitos aspectos Amor Plus Size retrate situações típicas da adolescência — preocupações com vestibular e carreira, a insegurança das primeiras paixões — e contextualize muito bem a vida da personagem nessa fase da vida — achei uma delícia sua rotina na escola, os encontros e mensagens com amigos, de maneira que pude relembrar minha própria adolescência —, o fato de Maitê ser gorda faz toda a diferença na história. Além de trazer uma representatividade pouco encontrada, obriga o leitor a enxergar o mundo pela perspectiva de alguém que está sempre às suas margens, forçado a todo instante a ter que mudar quem é para caber naquilo que a sociedade oferece. Mais do que tudo, a protagonista demonstra as diferentes faces da gordofobia, inclusive a que culpabiliza pessoas gordas por seu peso. E, indo além, Larissa Siriani aborda outro espectro da pressão estética, que leva à não-aceitação corporal: os transtornos alimentares. Foi importante que a autora tenha feito um paralelo entre um corpo gordo e um corpo magro sendo o segundo o não-saudável aqui, já que outra manifestação da gordofobia é a de sempre assumir que uma pessoa gorda é necessariamente alguém não-saudável. 

Além da escrita cativante, da temática relevante e da delícia de acompanhar os conflitos tão típicos dessa fase confusa da vida, o que mais me fez gostar de Amor Plus Size foi a jornada de amadurecimento de Maitê. É lindo, empoderador e inspirador vê-la se descobrir e aprender a, antes de qualquer coisa, amar quem ela é. Sua transformação acontece aos poucos e representa o quanto isso é um processo: mesmo avançando, Maitê continua tendo suas dificuldades e lutas diárias, o que soa muito verdadeiro.

No geral, Amor Plus Size é aquele tipo de livro que deveria ser lido por todos, independentemente da idade, mas que se faz ainda mais necessário ao público alvo a que se destina: é uma leitura que, tenho certeza, teria feito diferença na vida de muita gente, caso pudessem ter lido quando mais novas. Felizmente, o livro existe hoje em dia e pode impactar as mais diversas pessoas por aí.





Deixe o seu comentário

4 Respostas para "[Resenha] Amor Plus Size — Larissa Siriani"

RUDYNALVA CORREIA SOARES - 21, julho 2020 às (22:36)

Aione!
Deve ser um bom livro e muitos leitores vão se identificar.
Sei bem o que a Maitê passou, porque também fui assim, porém ao contrário dela, tinha minha auto estima lá em cima, praticava esportes e era bem querida por todos, por isso, os bullyings (que na minha época nem existia mesmo, eram consideradas brincadeiras de mal gosto), nunca me afetaram.
Gostaria de ler.
cheirinhos
Rudy

Angela Cunha - 22, julho 2020 às (07:29)

Representatividade importa sim!!!! Essa semana falava com uma prima minha sobre isso do peso. A gente passa uma vida inteira se podando, se mutilando, deixando de existir por conta de peso, excesso de peso.
Pra que? Pra agradar uma sociedade que venera a magreza?
Livros assim, aquecem a alma e nos fazem acreditar que padrão de beleza é ser e estar feliz!!!
Já preciso do livro. Ah, indico uma série que vi esses dias My Mad Fat Diary! São três temporadas super curtinhas, mas que trazem os dramas de uma adolescente sim, com problemas de peso, tendo que viver com a fase de crushes, faculdade, amizades.
E que sim, me fez bem!!!
Beijo

Dheifen Sara - 27, julho 2020 às (16:34)

Aione,
Confesso que há poucos meses eu era bem leiga e desconhecia as questões e a importância da temática da gordofobia. Esta já é a segunda resenha sua, que tive contato, falando sobre um livro com o tema voltado para corpo/padrões corporais.
A proposta deste livro me encantou, espero poder ler em breve e utiliza-lo como um dos materiais para conhecer melhor essas questões.
P.S: Minha lista de livros a serem lidos sempre crescia, mesmo eu lendo os livros e tal… mas, depois que andei acompanhando teu trabalho ela só vem duplicando kkk Amoooo
Bss e Obrigada! ♥♥♥

Bianca Martins - 29, julho 2020 às (18:16)

“Amor Plus Size é aquele tipo de livro que deveria ser lido por todos”
Esses são os melhores.
São aqueles que você quer comentar com todo mundo os ensinamentos e reflexões que teve lendo.

Minha Vida Literária

Caixa Postal 452

Mogi das Cruzes/SP

CEP: 08710-971

Siga nas redes sociais

© 2020 • Minha Vida Literária • Todos os direitos reservados • fotos do topo por Ingrid Benício