[Resenha] Como Evitar Preocupações e Começar a Viver — Dale Carnegie | Minha Vida Literária
Minha Vida Literária
24

jul
2020

[Resenha] Como Evitar Preocupações e Começar a Viver — Dale Carnegie

Por intermédio dos ensinamentos do autor best-seller Dale Carnegie, milhões de pessoas puderam mudar de vida superando as preocupações de uma vez por todas! Esta edição inteiramente revista oferece um conjunto de fórmulas práticas que você pode colocar na sua rotina hoje e que vão ser úteis para toda vida! Como evitar preocupações e começar a viver lida com emoções e ideias fundamentais. É uma leitura fascinante e fácil de aplicar. Permita que esse livro mude e melhore você. Não há necessidade de viver com preocupação e ansiedade que o impedem de desfrutar um vida plena, ativa e feliz!

 

Ficha Técnica

Título: Como evitar preocupações e começar a viver
Título original: How To Stop Worrying And Start Living
Autor: Dale Carnegie
Tradução: Marcelo Schild
Editora: Sextante
Número de Páginas: 320
Ano de Publicação: 2020
Skoob: Adicione
Compare e Compre: AmazonAmericanasSubmarino

 

Resenha: Como Evitar Preocupações e Começar a Viver

Como Evitar Preocupações e Começar a Viver é o guia de Dale Carnegie sobre como lidar com preocupações escrito na década de 1940. O autor promete não trazer nenhuma solução revolucionária sobre o tema, apenas apresentar o que, provavelmente, os leitores já sabem a fim de estimulá-los a colocar os conceitos em prática. No Brasil, o livro já havia sido publicado por ao menos outras três editoras e, agora, ganhou nova edição pela Sextante.

Logo no início, é apresentado um guia de como o livro pode ser melhor aproveitado: há o pedido de que as passagens sejam lidas com calma — mais de uma vez, se for necessário —, além de que anotações sejam feitas, para que as notas possam ser revisitadas com o tempo. De fato, tomar esse posicionamento frente à leitura mudou minha relação com ela, não só por aumentar minha atenção sobre o que estava sendo lido, mas principalmente por me deixar com a sensação de ter tomado uma atitude em relação ao meu comportamento mental. Isso, por si só, auxilia bastante no alívio da ansiedade, por exemplo.

O avançar dos capítulos, divididos em partes temáticas que vão desde diferentes maneiras de como trabalhar os pensamentos até à compreensão da relação que há entre o cansaço físico e as tensões com as preocupações, de fato demonstra que muito do que é dito não é nenhuma novidade. Na realidade, o autor traz uma maneira objetiva de apresentar conceitos pré-conhecidos, de maneira que as ideias se apresentam mais claras e diretas a quem está lendo. No geral, a abordagem de Dale Carnegie foi bastante proveitosa e tirei benefícios da leitura de Como Evitar Preocupações e Começar a Viver, no sentido de ter me tornado mais ciente de ferramentas para modificar minha maneira de pensar e, assim, evitar gatilhos para minha ansiedade e inseguranças.

Contudo, a leitura também tem suas ressalvas. Em primeiro lugar, é necessário lembrar do lugar de onde Dale Carnegie fala. O contexto de vida durante a década de 1940 certamente não era o mesmo dos dias atuais, o que implica em os problemas não serem os mesmos e nem a maneira de lidar com eles. Naquela época, também, a compreensão de transtornos mentais era diferente da atual, o que faz com que Como Evitar Preocupações e Começar a Viver tenha frases como “cure a depressão em 14 dias” ou “a fé cura a depressão”. Por fim, a visão do livro é bastante meritocrática em diversos pontos e voltada principalmente a como lidar com questões financeiras — a partir da perspectiva, no geral, de homens brancos de classe média/classe média alta.

No geral, a leitura de Como Evitar Preocupações e Começar a Viver foi positiva, mas proveitosa especialmente através do exercício crítico de saber diferenciar o que seria útil e aplicável em meu contexto de vida daquilo inútil e, até mesmo, problemático, de acordo com minha própria visão de mundo. Uma leitura que pode auxiliar naquilo que se propõe a fazer, mas que não deve ser levada como verdade absoluta.





Deixe o seu comentário

4 Respostas para "[Resenha] Como Evitar Preocupações e Começar a Viver — Dale Carnegie"

RUDYNALVA CORREIA SOARES - 24, julho 2020 às (22:42)

Aione!
Acredito que nada é uma verdade absoluta, apenas a morte, entretanto, um livro escrito na década de 40 e mesmo com todas as mudanças na sociedade e no modo de pensar das pessoas, ainda pode ser aproveitado com algumas técnicas que auxiliam o leitor a identificar a origem daquilo que os estressa, deve ser uma leitura rica e de aprendizado.
cheirinhos
Rudy

Angela Cunha - 25, julho 2020 às (08:00)

Engraçado como bem lá no fundo a gente saiba direitinho o que precisa fazer para não se desgastar a toa, mas?? Fazemos sempre o inverso disso e no bom português, nos lascamos! rs
Acredito que seja quase como a ordem natural das coisas.
Não conhecia o livro, mas acho bem bacana isso de poder ler ali, ainda mais com a dica de ler com calma,absorvendo mesmo os “ensinamentos”.
Se tiver oportunidade, com certeza quero ler sim e quem sabe, aprender como a me “lascar” menos rs
Beijo

Dheifen Sara - 25, julho 2020 às (11:31)

Oi Aione, tudo blz?
Já tinha ouvido alguns comentários sobre este livro, até me interessei, mas, minhas últimas leituras no campo da “auto-ajuda” foram enfadonhas. Isso, pq eram mais do mesmo e vendiam “soluções mágicas” que de “mágicas” e de “soluções” não tinham nada.kkk
Sua resenha está muito boa, me ajudou a identificar que este livro, provavelmente, não irá me agradar, porém, espeito toda o sucesso do autor e seus ensinamentos.
Bjj e Obrigada! ♥♥♥

Bianca Martins - 29, julho 2020 às (18:21)

É sempre bom frisar que esse tipo de livro não é feito para ser verdade absoluta neah?
É para você filtrar com o que a sua vida precisa naquele momento, dentro do seu contexto.
Muito legal um livro tão antigo de ajuda ser válido para os dias de hoje!

Minha Vida Literária

Caixa Postal 452

Mogi das Cruzes/SP

CEP: 08710-971

Siga nas redes sociais

© 2020 • Minha Vida Literária • Todos os direitos reservados • fotos do topo por Ingrid Benício