Arquivos Reflexão | Minha Vida Literária
03

out
2018

[Diversos] As Perdas e Buscas Nossas de Cada Dia

Li há pouco tempo Aqui É O Melhor Lugar, livro de Cecelia Ahern que em breve resenharei. Nele, a protagonista é obcecada por buscas, não conseguindo ficar tranquila nas situações em que algo desaparece de sua vida. De forma sensível, a autora trata das perdas que precisamos lidar, e inevitavelmente acabei pensando em minha própria situação. Costumo dizer que a escrita é para mim um processo de cura, então resolvi colocar em palavras as reflexões que me tomaram. E, em uma tentativa de que elas funcionem para mais alguém além de mim, resolvi também compartilhá-las.

Continue lendo »

31

jan
2018

[Diversos] Inspirações do Mês | Metas Para 2018

Oi, gente! Mais um mês chegou ao fim e, com ele, um novo Inspirações do Mês, projeto criado por mim e mais outros cinco blogs: Equalize da Leitura, Livros & Fuxicos, Nuvem Literária, Resenhando Sonhos e Segredos Entre Amigas. Em 2018, o Pronome Interrogativo se juntou a nós para deixar o projeto ainda mais lindo!

Para Janeiro, escolhemos falar nossas metas para 2018, e esperamos que, como das últimas vezes, vocês gostem do resultado ♥

Não deixem de conferir as Inspirações dos últimos meses 🙂


Continue lendo »

21

dez
2017

[Diversos] Dicas para fazer de 2018 um ano melhor

2017 foi, até o momento, o melhor ano da minha vida. Eu poderia acreditar que essa sensação é apenas uma consequência do contraste com o ano anterior, já que 2016 foi, disparado, o pior que até então vivi. Porém, sei que não é isso. Este ano, mudei minha maneira de me relacionar com o mundo e, principalmente, de me relacionar comigo mesma, e essa mudança acarretou diversos benefícios na minha vida. Esses aprendizados — talvez só possíveis por todas as dificuldades que vivenciei anteriormente — agora carrego comigo e, por eles, pude desfrutar de um ano melhor.

Assim, não foram os grandes acontecimentos que fizeram do meu 2017 um bom ano, mas a maneira de como lidei com cada um deles, de como me abri para que eles pudessem chegar a minha vida. Obviamente, cada um vive uma experiência diferente e tem seu próprio tempo para assimilar seus próprios aprendizados; contudo, imaginei que não faria mal compartilhar com vocês algumas dessas percepções que me mudaram. Afinal, elas são bastante gerais e podem ser incorporadas por qualquer um.

Topam fazer de 2018 um ano melhor para cada um de nós?

Continue lendo »

30

nov
2017

[Diversos] Inspirações do Mês | Livros

31

out
2017

[Diversos] Inspirações do Mês: O que nos motiva?

30

set
2017

[Diversos] Inspirações do Mês | Música

04

nov
2015

Delírios Sobre A Violência Contra A Mulher

Após a leitura de Delírio, de Lauren Oliver, fiz um post com minhas reflexões e o chamei de Delírios Após “Delírio”. Tive uma boa resposta dos leitores e, alguns, me pediram para “delirar” mais vezes.

 

Recentemente, li No Escuro, um thriller psicológico perturbador que trata, dentre outros assuntos, da violência contra a mulher e de relacionamentos abusivos. Coincidentemente, presenciei uma conversa entre duas mulheres no trem enquanto realizava a leitura da obra, o que despertou em mim diversas reflexões ligadas aos diferentes tipos de violência que acometem as mulheres.

no-escuro-minha-vida-literaria

Próximas de mim, duas amigas – mulheres na faixa de seus 40 anos – conversavam e, em determinado momento, passaram a falar sobre empregos e as dificuldades econômicas enfrentadas pela população brasileira. Falaram, então, sobre uma amiga empresária, dona de uma loja, e sua atual decisão: a de parar de contratar mulheres. Segundo elas, os motivos para isso seriam: homens não fazem “corpo mole” no trabalho e, se necessário, fazem o trabalho pesado, como o de carregar caixas, além de “não ficarem fazendo fofoca e intriguinhas”; não faltam por “qualquer besteira” (palavras delas), e o exemplo de um motivo de falta dado por elas foi o cuidado aos filhos; e, por último, não é necessário pagar licença maternidade aos homens. Sendo assim, elas concordaram com a sábia decisão de que essa, além de eficiente, é também bastante econômica, e que infelizmente é preciso tomar medidas assim atualmente. “É assim que tem que ser.”

feminismo-minha-vida-literaria-3

Fonte: Literamaníaca

Foi impossível não me sentir revoltada. Já seria infinitamente triste ouvir isso da boca de um homem sobre a decisão de outro homem, mas envolver mulheres tornou tudo ainda pior, e mais urgente, para mim, a necessidade da criação de mais debates e de reflexões sobre nossa sociedade culturalmente machista e a importância do feminismo. Assim, decidi fazer esse post, compartilhando com vocês as reflexões despertadas por essa conversa que ouvi.

Continue lendo »

26

nov
2014

Delírios Sobre Mudanças

Após a leitura de Delírio, de Lauren Oliver, fiz um post com minhas reflexões e o chamei de Delírios Após “Delírio”. Tive uma boa resposta dos leitores e, alguns, me pediram para “delirar” mais vezes.

 

É engraçado pensar sobre a ação do tempo em nossas vidas.

Recentemente, li Sisterhood Everlasting, quinto livro da série A Irmandade das Calças Viajantes, separado de seu antecessor por 10 anos de diferença. Ainda que a essência de suas personagens tenha se mantido, tudo está diferente em suas vidas. Até o estilo desse livro – o único da série que não se passa exclusivamente no verão – difere dos primeiros.

Não precisamos pensar em tanto tempo assim, afinal, 10 anos realmente é muito tempo. Talvez um melhor exemplo esteja em Um Dia, de David Nicholls, no qual cada capítulo é separado do outro pela diferença de um ano. Você termina um, e o capítulo seguinte não é o próximo instante ou o próximo dia – é o próximo ano. E ai as diferenças ficam muito mais explícitas. Nem tanto tempo passou, mas muita coisa pode ter mudado.

E foi fazendo essa análise em minha própria vida que comecei a delirar. Há dois anos, eu era uma pessoa. Há um, eu era outra. Hoje, sou uma terceira. E jamais deixei de ser eu mesma.

Delírios_Mudanças
Continue lendo »

12

dez
2013

Delírios Sobre Se Eu Fosse Leitora Da Minha Vida

Após a leitura de Delírio, de Lauren Oliver, fiz um post com minhas reflexões e o chamei de Delírios Após “Delírio”. Tive uma boa resposta dos leitores e, alguns, me pediram para “delirar” mais vezes.
Sempre gostei de encarar minha vida como se fosse um livro, com direito a vários capítulos e obstáculos culminando em um final – o encerramento de uma etapa – para, logo em seguida, recomeçar em um novo volume. Me pego, até mesmo, descrevendo mentalmente momentos, criando diálogos e narrações, interpretando sensações e pequenos acontecimentos intercalados em primeira e terceira pessoa. Eu nunca disse ter uma mente normal…
Mas viver uma história é muito diferente do que fazer sua leitura, e às vezes me pego pensando que gostaria de ser leitora da minha (sabe, ter um livro como aquele da Tamara, de O Livro do Amanhã?)

Continue lendo »

25

set
2013

Delírios Sobre Atos e Impactos

Após a leitura de Delírio, de Lauren Oliver, fiz um post com minhas reflexões e o chamei de Delírios Após “Delírio”. Tive uma boa resposta dos leitores e, alguns, me pediram para “delirar” mais vezes.
Dessa vez, delirei sobre o impacto que algumas atitudes, palavras e ideias podem causar.

Continue lendo »

páginas 12

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2018 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por