março 2012 | Página 3 de 6 | Minha Vida Literária
Minha Vida Literária
20

mar
2012

[Vídeo] Na Caixinha do Correio – Março (2012) – Parte I

Oi gente!
Primeiro de tudo, não posso deixar passar em branco:
Feliz dia do blogueiro a todos meus companheiros dessa blogosfera literária linda!
Com certeza é muito gratificante poder fazer parte desse mundo, que eu não abandono por nada!!
Agora vamos conferir mais um Na Caixinha do Correio?
Thanks ao meu irmão por ter, mais uma vez, editado o vídeo pra mim!

Continue lendo »

19

mar
2012

Cobertura: Encontro de Fãs de Jogos Vorazes

Oi gente!
No último sábado, aconteceu na Livraria Cultura do Shopping Bourbon, o Encontro de Fãs de Jogos Vorazes, evento da Editora Rocco organizado em São Paulo pela equipe do Jogos Vorazes.Net.
Dizer que o auditório lotou é pouco. A capacidade dele era de 125 pessoas e compareceram mais de 200. Se a quantidade de pessoas significar que o evento foi um sucesso, então ele foi um. Porém, minha opinião ficou bastante distante disso.

Continue lendo »

18

mar
2012

Coluna da Duhau #24 – Novo Acordo Ortográfico

Oi seus lindos, adivinha quem voltou? (dã) Eu mesma! E como vocês gostaram bastante do post anterior e pediram uma continuação sobre o Novo Acordo Ortográfico da nossa Língua Portuguesa, cá estou eu! o/
Fiquei pensando um tempão como iria fazer essa coluna com esse tema, uma vez que não foram palavras que foram mudadas, e sim suas formas de grafia. Então, de posse da minha linda Gramática (que também é o meu livro de cabeceira), vou tentar fazer esse post da melhor maneira possível.
Ah, sobre a Gramática que eu tenho aqui em casa, ela é considerada uma das melhores da atualidade e muito indicada para quem está estudando para concursos. O nome dela é Nova Gramática do Português Contemporâneo, dos autores Celso Cunha e Lindley Cintra. Ela já está revisada com o Novo Acordo e é da Editora Lexikon. 
É uma gramática um pouco mais complexa (então se você estiver no Ensino Médio, ela não é indicada para você) e todos os exemplos de frases são retirados da literatura brasileira.
Se tiverem interesse é só clicar aqui e você será redirecionado para o site da Saraiva, onde ela está sendo vendida com um preço bem em conta.
Disto isto, vamos ao post:

– Bom-dia, Boa-tarde e Boa-noite – (antigamente: bom dia, boa tarde e boa noite)

Sim, com hífen. 
Regra: Usa-se o hífen em palavras compostas cujos elementos, de natureza nominal, adjetival, numeral ou verbal compõem uma unidade sintagmática e de significado. 
Explicando melhor: Você irá usar o hífen quando cada palavra tiver seu significado isolado da palavra ao qual está junta. Como no caso do “bom-dia”, onde “bom” significa uma coisa por si só e “dia”, outra. Independentemente se forem verbos, substantivos, adjetivos e/ou numerais.
Outros exemplos: Ano-luz, arco-íris, médico-ortopedista, afro-brasileiro, quarta-feira, vermelho-claro, primeira-dama, conta-gotas, marca-passo, tira-teima, bota-fora, etc.
Exceções: Girassol, madressilva, mandachuva, pontapé, paraquedas, etc.

– Anti-inflamatório – (antigamente: antiinflamatório)

Regra: Passa a se usar hífen entre o prefixo e o segundo elemento quando o prefixo termina na mesma vogal pela qual começa o segunda elemento.
Outros exemplos: Anti-inflacionário, tele-educação, tele-entrega, neo-ortodoxia, contra-almirante, ultra-alto, etc.
Exceções: o prefixo co- se junta com o segundo elemento começado por o. Ex.: cooptar, coobrigação, etc.
O prefixo re- se junta com palavras começadas por e. Ex.: reeleição, reerguer, etc.

– Minissaia – (antigamente: mini-saia)

Regra: Quando o prefixo termina em vogal e o segundo elemento começa por r ou s não se usa mais o hífen e a consoante r ou s é duplicada.
Outros exemplos: Ultrassom, antissemita, ecossistema, maxirresultado, contrarregra, cosseno, semirreta, etc.

– Extraescolar – (antigamente: extra-escolar)

Regra: Não se usa hífen quando o prefixo termina em vogal e o segundo elemento começa por vogal diferente ou consoante (se esta for r ou s, como visto acima, se duplica).
Outros exemplos: Autoescola, copiloto, infraestrutura, autoimune, contraordem, etc.

– Geleia – (antigamente: geléia)

Regra: Os ditongos abertos éi e ói perdem o acento agudo quando caem na penúltima sílaba (paroxítonas).
Outros exemplos: Ideia, joia, tramoia, epopeia, apoia, diarreico, heroico, debiloide, etc.
Atenção! O acento não cai se esses ditongos estiverem na última sílaba das palavras (oxítonas) ou na antepenúltima sílaba (proparoxítonas).
Exemplos: Anéis, heróis, fiéis, anzóis, etc.

– Voo – (antigamente: vôo)

Regra: Cai o acento circunflexo de palavras paroxítonas terminas em ôo e em êem:
Outros exemplos: Deem, enjoo, veem, creem, abençoo, leem, etc.
Atenção! As flexões dos verbos ter e vir na 3ª pessoa do plural do indicativo mantêm o acento. Ex.: têm, vêm, etc. Diferenciando das flexões da 3ª pessoa do singular, que são tem, vem, etc. Bem como os derivados desses verbos, como: mantém e mantêm, provém e provêm, retém e retêm, convém  e convêm, etc.

Alguma regrinhas podem nos enganar de vez em quando, ainda mais porque o português é cheio de exceções, mas como tempo vamos nos acostumando mais e depois ficará mais fácil.

É isso, pessoal. Espero que tenham gostado. ^^

Se tiverem alguma dúvida, falem nos comentários que eu vou tentar responder, ok?

Um beijão e uma ótima semana para todos! o/

Pri, o post ficou sensacional!
Eu estava muito ansiosa por ele porque eu não sei nada quase do Novo Acordo Ortográfico, e você tirou várias das minhas dúvidas nesse post! Muito obrigada, querida, por ajudar na melhoria de nosso português!

16

mar
2012

[Resenha] Amante Revelado – J.R. Ward

Essa resenha NÃO contem spoilers dos livros anteriores da série.

Título: Amante Revelado
Autor: J.R. Ward
Editora: Universo dos Livros
Número de Páginas: 495
Ano de Publicação: 2011
Skoob: Adicione
Compare e Compre: Buscapé

Butch O’Neal é um lutador por natureza. Ex-policial da divisão de homicídios, durão, ele é o único humano que já foi admitido no círculo da Irmandade da Adaga Negra. E deseja mergulhar ainda mais fundo no mundo dos vampiros, na guerra contra os redutores. Não tem nada a perder. Seu coração pertence a uma vampira, uma beldade aristocrática inatingível para ele. Se não pode ter Marissa, então, pelo menos, quer lutar lado a lado com os Irmãos. O destino o amaldiçoa realizando precisamente o seu desejo. Quando Butch se sacrifica para salvar um vampiro dos assassinos, cai vítima da força mais sinistra dessa guerra. Deixado para morrer, é encontrado por um milagre, e a Irmandade recorre a Marissa para trazê-lo de volta. Mas, mesmo o seu amor pode não ser suficiente para salvá-lo…

Continue lendo »

15

mar
2012

Parece, Mas Não É

“Parece, mas não é” é uma coluna onde trago livros que, ao ver a capa pela primeira vez, achei tratarem de um assunto, mas, ao ler suas sinopses, descobri que não tinham nada a ver com o que pensei!

Continue lendo »

páginas 123456

Minha Vida Literária

Caixa Postal 452

Mogi das Cruzes/SP

CEP: 08710-971

Siga nas redes sociais

© 2020 • Minha Vida Literária • Todos os direitos reservados • fotos do topo por Ingrid Benício