Arquivos Coberturas | Minha Vida Literária
18

jul
2019

[Diversos] Um fim de semana na Flip

Estava saindo do Pilates, na primeira segunda-feira de julho, quando recebi uma mensagem da Clara Savelli. Ela me disse que tinha conseguido, junto da Secretaria de Cultura do Rio de Janeiro, uma mesa na Flip para falar sobre a escrita na era digital. Junto dela, participariam as autoras Aimee Oliveira e Larissa Siriani. Será que eu não queria participar também?

Lari, eu, Aimee e Clara

Continue lendo »

08

set
2017

[Vlog] XVIII Bienal Internacional do Rio 2017

Oi, gente! A Bienal Internacional do Rio de 2017 ainda está acontecendo, e como estive por lá no último final de semana, vim trazer pra vocês um pouquinho desses dias incríveis!



Continue lendo »

16

dez
2015

[Cobertura] Salão Literário “Um Ato de Bondade” com Polly Samson, David Gilmour e Damian Barr

salao-literario-um-ato-de-bondade-polly-samson-david-gilmour-damian-barr-sao-paulo-2015-minha-vida-literaria

Aconteceu, no último domingo (13), o primeiro Salão Literário de Damian Barr no Brasil, promovido pelo Grupo Editorial Record em parceria com a Sony Music e o Mercury Concerts. O Damian Barr’s Literary Salon é um evento literário mediado pelo jornalista escocês Damian Barr, que traz um convidado a ser entrevistado por ele. Dentre os escritores já entrevistados, constam os nomes de David Nicholls, Jojo Moyes, SJ Watson, entre outros. No evento brasileiro, a autora convidada foi Polly Samson, que acaba de lançar seu segundo livro (porém, o primeiro publicado no Brasil), Um Ato De Bondade (The Kindness), pela editora Record. Polly Samson, além de escritora, é letrista dos três últimos álbuns de David Gilmour, guitarrista e vocalista lendário do Pink Floyd, com quem é casada desde a década de 90. O evento ocorreu no espaço Rooftop5 do Instituto Tomie Ohtake apenas para convidados da editora e para aqueles que adquiriram Um Ato De Bondade na área VIP do show de Gilmour no sábado (12), em São Paulo. Dessa maneira, tive o privilégio de estar presente, juntamente de cerca de outras 100 pessoas.

Continue lendo »

05

jul
2015

Lançamento do livro “O Admirável Mundo de Nísia”, de Aldenísia Santos

Uma história que inspira esperança e superação de limites. Tanto seu livro quanto a sua vida trazem um enredo de solidariedade, perseverança e amor. Estou falando da jovem escritora cearense Aldenísia Santos, que lançou no último dia 20/6 seu primeiro livro: O Admirável Mundo de Nísia”. O lançamento aconteceu em Fortaleza, na Galeria do Teatro Sesc Emiliano Queiroz, e contou com a presença do ator Emiliano Queiroz, além da apresentação dos cantores Aldemir Santos e Márcia Paiva e também do recital de poesia do Abraço Literário.

Aldenísia Santos / Foto: Davi Pinheiro

Aldenísia Santos / Foto: Davi Pinheiro

Continue lendo »

11

fev
2015

[Cobertura] Lançamento do Segundo – Eu me chamo Antônio na Livraria Cultura

Simpatia, simplicidade e amor. Foi assim a maneira com que o escritor Pedro Gabriel recebeu uma fila de fãs na Livraria Cultura, em Fortaleza, na última quinta-feira, 5. Lançando a sequência do seu livro Segundo – Eu me chamo Antônio, o autor está em turnê por várias livrarias do Brasil.

Pedro Gabriel e Alana Gabriela

Com o olhar cheio de poesia e sensibilidade, Pedro foi recebendo cada fã, batendo fotos, conversando e autografando livros, tanto o primeiro quanto o segundo. Entre os que estavam na fila, havia um público maior de adolescentes, assim como também havia mulheres, homens, casais, mães, crianças, avós…todos para prestigiar o alter ego de Antônio, que transformou situações banais de nossos relacionamentos e de nosso cotidiano em dois livros lindos e sinceros. Não é à toa que Pedro Gabriel já conquistou mais de 900 mil seguidores no facebook e 500 mil no instagram.

A sessão de autógrafos estava para começar às 17h, porém desde as 15h os fãs já faziam fila para colocar seus nomes na lista da Livraria Cultura, a qual anotou o nome de cada um que ia receber o autógrafo de Pedro, a fim de organizar da melhor forma possível o lançamento do livro. Às 17h20, com todo o primeiro andar da Cultura lotado de pessoas com o Eu me chamo Antônio na mão, o autor chega. De blusa preta, calça jeans e tênis vermelho; sorriso encantador, jeitinho tímido, olhar de poesia e um mar de sentimentos por dentro, pronto para ancorar no cais do coração de cada um que estava naquela fila, apenas à espera dele.

Livraria CulturaLivraria Cultura

Logo que o protagonista do dia chegou, começou a sessão de autógrafos. Pedro recebeu com abraços e beijos o carinho dos fãs e autografou seus livros, que muitas vezes eram sete de uma só vez. Ao todo, Pedro autografou 300 livros e recebeu um pouco mais de 200 pessoas. Ele também distribuía brindes promocionais, tais como broches com a capa do seu livro, ímãs e marcadores de página.

Eu me chamo Antônio

Eu, como última da fila, peguei apenas o marcador de página. Porém ganhei um momento singular com Pedro, ainda que uma conversa de cinco minutos ou menos. Pedro autografou em “nosso” livro: “Alana Gabriela, que a sua vida seja cheia de poesia. Antônio”. Sim, valeu a pena sair da Cultura às 21h, que foi quando a sessão de autógrafos acabou. Acredito que Pedro tenha deixado aos fãs da cidade de Fortaleza uma aura pura de seus sentimentos, a qual refletiu no final do nosso dia, no dia seguinte e a cada instante que lemos algumas frases de qualquer um de seus livros. Livros estes que são repletos de versos simples, mas profundos, pequenos, porém cobertos de fascinação.

Cobertura_Alana

Como não se encantar com as aliterações, rimas e versos de Pedro, que começou em 2012 escrevendo sua poesia em forma de rabiscos nos guardanapos de um barzinho que frequentava no Rio de Janeiro? A questão dos guardanapos foi porque, num belo dia, ele esqueceu seu caderninho de anotações em casa, então resolveu escrever em guardanapos suas ideias e as situações que presenciava, tudo em forma de poesia. E poesia rica em traços, sentimentos e inspiração.

8

Falando em inspiração, olha quem são os escritores preferidos de “Antônio”: Leminski (que brincava com as palavras, assim como Pedro), Manoel de Barros, Mario Quintana, Arnaldo Antunes e Millôr Fernandes. Ele falou que sempre gostou da poesia visual, porque sempre casou muito bem com versos curtinhos e com desenho. Com isso, o escritor, que nasceu na África e veio aos 12 anos para o Brasil, já encantou os fãs com dois livros cheios de criatividade.

Agora, Pedro aguarda a vida lhe ensinar novas histórias para que ele as transforme em poesia e mostre ao mundo como a solidão, a saudade, o (des)amor, a liberdade, o sabor, a esperança, a espera, as lembranças, o silêncio e outros sentimentos podem ser vistos em prosa poética, com direito a desenhos e rabiscos carregados de sensibilidade e também de irreverência.

A turnê de lançamento do Segundo livro do autor Pedro Gabriel já passou por Recife, Fortaleza, Belém e Manaus, e agora segue por mais duas cidades:

Curitiba
Data: 26/2
Horário: 19h
Local: Livraria Curitiba ParkShopping Barigui (Rua Prof. Pedro Viriato Parigot de Souza, 600 — Mossunguê)

Porto Alegre
Data: 27/2
Horário: 19h
Local: Fnac Barra Shopping Sul (Endereço: Av. Diário de Notícias, 300 — Cristal)

páginas 123

Últimas Resenhas

Calendário de posts

agosto 2019
S T Q Q S S D
« jul    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Desafio Fuxicando Sobre Chick-Lits 2019

<div class="titulo desafio-fuxicando-sobre-chick-lits-2019"><h6>Desafio Fuxicando Sobre Chick-Lits 2019</h6></div>

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2019 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por