Coluna da Duhau #3 | Minha Vida Literária
07

ago
2011

Coluna da Duhau #3

Oi pessoal. Olha eu aqui mais uma semana pra Coluna da Duhau o/ Essa semana não teve nenhum tema específico, foram palavras aleatórias mesmo. Mas acho que semana que vem eu venho com algum tema. Tô pensando em fazer assim, uma semana temática e a outra não, o que acham?
Sem mais enrolações, vamos às palavras dessa semana:

Segunda-feira:
– COLORISTA – 
Dependendo do gênero, da época, do autor e das influências, as obras literárias têm diversas características diferentes umas das outras. Enquanto o Romantismo preza o subjetivismo e o nacionalismo, por exemplo, os autores da escola Parnasiana pensam suas obras com mais objetividade. Mudanças na forma de tratamento dos temas também acontecem. Em algumas fases, a descrição minuciosa das cenas, objetos e personagens são muito valorizadas. O escritor que consegue realizar essas ilustrações detalhistas das cenas com competência pode ser considerado um escritor colorista.
Terça-feira:
– HIPNOPEDIA – 
Do grego hýpnos, o prefixo -hipn(o) significa “sono” (como em hipnose e hipoanalgésico). Já o sufixo -pédia é referente à educação, ao conjunto de conhecimentos (como em enciclopédia). A palavra hipnopedia (pronuncia-se “hipnopédia”), portanto, se refere ao método de aprendizagem que parte do princípio de que os indivíduos absorvem informações mesmo durante o sono. Também conhecido como sleep-learning, o método normalmente consiste no uso de sons gravados aos quais o aprendiz é exposto enquanto dorme.
Quarta-feira:
– CODA – 
1. (mús.) Certo número de compassos que se juntam a um trecho de música para o terminar com mais brilhantismo; final.   
2. (ant.) O mesmo que cauda, parte traseira, coice.  
Ex.: A coda do navio. Por fim vários soldados, num bando desordenado, saíram na coda. (Coelho Neto, Turbilhão, c. 2, p. 60, ed. 1918.)
Quinta-feira:
– CASCAVILHAR – 
1. Remexer, à procura de alguma coisa.
2. Bisbilhotar; coscuvilhar. Ex.: Vive cascavilhando a vida dos outros.
3. Investigar minuciosamente. Esquadrinhar; Esmiuçar. Ex.: Pensou,cascavilhou, mas não encontrou a expressão correta.

Eu sou tão esperta que tive a capacidade de esquecer de postar a palavra de sexta-feira. Vocês me perdoam?
Enfim, em homenagem à palavra de quarta-feira – coda – trago um vídeo pra vocês. Pra quem faz ballet ou simplesmente gosta de apreciar ballet clássico como eu, já tinha ouvido essa palavra. Pois ela quer dizer o gran finale de uma apresentação de um personagem, onde acontece o apogeu de mesmo.
Uma das codas mais conhecidas no ballet é a coda do Cisne Negro, no espetáculo Lago dos Cines. Quem conhece essa coda sabe que ela é uma das mais magníficas, pois o Cisne Negro está seduzindo o príncipe e o enganando para que ele acredite que ela é o Cisne Branco. Essa coisa é famosíssima também pelo fato de que a bailarina tem que ser capaz de realizar 32 fouettés. Explicando de maneira bem simples e resumida, um fouetté é um giro que parece um movimento de chicote, onde o corpo do(a) bailarino(a) gira abruptamente.
Então pra elucidar melhor minha explicação, deixo um vídeo com vocês da famosa bailarina Gillian Murphy e seus 32 fouettés na coda do Cisne Negro.
Tem um vídeo no YouTube de uma menininha de 7 anos fazendo 32 fouettés, só não dá pra incorporá-lo aqui porque ele foi desativado para isso, mas o link é esse. Só a caráter de curiosidade, aos 7 anos a maioria das meninas nem na ponta ficam e essa já consegue realizar uma das coisas mais difíceis do ballet: os temidos 32 fouettés. (Isso é tão famoso que existem competições somente de 32 fouettés, onde diversos bailarinos são testados para ver sem conseguem essa proeza).
É isso, espero que tenham gostado da curiosidade que trouxe pra vocês dessa vez 🙂 Um beijo pra todo mundo.
                                                         




Deixe o seu comentário

17 Respostas para "Coluna da Duhau #3"

Amanda Moreira - 07, agosto 2011 às (16:27)

Adorei! Esses 32 fouettés, olhando parece tão fácil… são olhando né haha
Linda a meninina, já dá pra ver que vai ser uma grande bailarina, bem famosa

http://doblushaosalto.blogspot.com/

bjks ^^

Beatriz Gosmin - 07, agosto 2011 às (17:21)

nossa adorei o post!

Quando eu era menor queria fazer balé, mas cresci e nem fiz haha.

Beijos!

Blog Livros e Atitudes

Robledo Filho - 07, agosto 2011 às (18:24)

De todo o seu post, o que mais me chamou a atenção foi realmente o vídeo… Conhecia esses 32 fouettés do filme Cisne Negro (que está na minha lista de favoritos), e eles são realmente a parte mais impressionante de todo o espetáculo. Vi o vídeo da pequena garotinha e fiquei espantado; é incrível como ela dá esse sem-número de giros e depois agradece, como se não estivesse nem um pouco tonta. Bom, pelo que eu ouço dizer, ballet é isso mesmo, não é? Disciplina!

PS: Vou adotar o vocábulo “coda”! Sempre é bom aprender palavras novas!

=*
http://livrosletrasemetas.blogspot.com/

Ana Ferreira - 07, agosto 2011 às (19:05)

Olá, Duhau!
Bom conhecer palavras novas como essas. Colorista, tá aí algo que eu adoraria ser, o autor tem de ter maestria para saber coordenar o seu texto bem em cada corrente literária sem estar vivenciando-as.
Imagino meus avós falando em cascavilhar. Coda é um vocábulo interessante e QUE CODA essa do vídeo, heim? Lindo, lindo.

Beijinhos,
Ana – Na Parede do Quarto

Priscilla Duhau - 07, agosto 2011 às (21:22)

Pra quem tiver curiosidade aqui vão três vídeos do mesmo ballet. O primeiro é a variação completa do Cisne Negro (Odile), o segundo é o pas de deux entre Odile e o príncipe e o último é o ato final do Lago dos Cisne onde ocorre a morte do Cisne Branco (Odette).

http://www.youtube.com/watch?v=CXBuZskWPiQ

http://www.youtube.com/watch?v=l8E-4xaupx0

http://www.youtube.com/watch?v=kmnOZbsuLWI&list=FLPvKbryfZ0A0&index=40

Alessandra Helena - 07, agosto 2011 às (22:53)

Gente, adorei!
Eu faço ballet já faz um tempão e é o primeiro blog que tem um post que fala um pouco sobre!!! Ameiiii! *-*
MA-RA-VI-LHO-SO!!

Beijos
Ale
http://www.introducingyouabook.com/

Julia G - 08, agosto 2011 às (00:13)

Adorei a coluna! uIAHaiu
Já li diversos livros de coloristas e nem sabia o.Õ

Beijão
Conjunto da Obra

Eduarda Menezes - 08, agosto 2011 às (02:14)

Nossa, fiquei impressionada com os dois vídeos, tanto o do Cisne Negro, quanto o da menininha que consegue fazer tudo isso com apenas 7 anos! A coitadinha deve treinar tanto que eu não sei se sinto orgulho ou um pouco de pena (talvez os dois)! Tão novinha ainda… mas também tão talentosa! Que coda impressionante essa do vídeo heim! Não conhecia a palavra, adorei hehe! Agora meu vocabulário ficou um pouquinho mais rico! ^^
Beijos! Ótimo texto, Duhau!

Nana - 08, agosto 2011 às (07:45)

Oiee
Aii amei o post!
Desde q eu assisti Cisne Negro tive vontade de fazer balé HAHAHA quem sabe um dia

Não sei pq eu li Colorista e lembrei daquele episodio do Chaves da Coronista HAHAHA

to doida.

bjs e boa semana
Nana – Obsession Valley

Pabline - 08, agosto 2011 às (14:47)

Já fiz ballet e seu o quanto é difícil, essa menina fazendo esse passo tão novinha… Choquei! É uma garota prodigia. Ótimas curiosidades!

http://jpabline.blogspot.com

Sofia - 08, agosto 2011 às (17:06)

Achei o Post super interessante… Hehe, muito legal.
bjosss

http://so-soline.blogspot.com

Niii - 08, agosto 2011 às (17:41)

eu já suspeitava de ‘cascavilhar’ haha
mas gostei de colorista, não sabia! =x

bjs

Camila Costa - 08, agosto 2011 às (17:45)

muito legal o post! Fiquei impressionada com a menininha! meu sonho era fazer ballet, mas…

Kivia Nascentes - 08, agosto 2011 às (18:02)

Quando eu era pequena eu queria ser ou professora ou bailarina, hahah. Tipo, a professora dava um papel com alguns desenhos da profissões, e basicamente era só essas femininas que tinham sabe? haha

Muito linda a garota (:

beijos!

Alinne Lopez - 08, agosto 2011 às (21:08)

Adorei post.
Bem interessante essas curiosidades.E os videos são impressionantes, duas mulheres talentosas.
Beijos.


Books E Desenhos

Van Castro - 10, agosto 2011 às (17:26)

Ok, esse vídeo me lembrou MUITO aquele filme “Sob a luz da fama”, que por acaso eu ADORO!
^^

Pah - 10, agosto 2011 às (20:23)

Que legal essas palavras novas, Coda é uma boa, gostei!!

Olha, ela fazendo esses 32 fouettés com esse sorriso no rosto até parece fácil né, hauahuah

Beijokas

Pah, Livros & Fuxicos

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2019 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por