maio 2012 | Página 2 de 3 | Minha Vida Literária
20

maio
2012

Coluna da Duhau #28 – Hífen

Oi, pessoal, tudo bem com vocês? Como foi o final de semana? Espero que ótimo. ^^ Bom, estou aqui mais uma vez para falarmos da nossa boa e velha língua portuguesa. Dessa vez falaremos sobre o uso do hífen e alguns cuidados que temos que tomar quando utilizamos esse recurso, quando é obrigatório, quando não é… Enfim, tentarei dar aquela resumida legal pra vocês.
Vamos ao post:

– Anti-higiênico –
Regra: Usa-se hífen em todas as palavras quando o segundo elemento for iniciado por H ou mesma vogal.
Outros exemplos: mini-horta, sobre-humano, anti-inflamatório, micro-ônibus, micro-ondas, etc.
Exceção 1: Os prefixos co-, re-, pro- e pre- aglutinam-se com o segundo elemento. Ex.: coordenação, reeleger, preencher, etc.
– Antissocial –
Regra: Não se usa hífen em todas as palavras cujo o segundo elemento inicia-se com as letras R ou S e o prefixo termina em vogal, duplicando-se as mesmas.
Outros exemplos: antirreligioso, multissecular, neorrealismo, etc.
– Antiglobo – 
Regra: Se o segundo elemento não começar por H ou pela mesma vogal do prefixo, não se usa o hífen.
Outros exemplos: anticristo, anticollor (e não anti-Collor), antilula (e não anti-Lula)
– Inter-regional –
Regra: Usa-se hífen quando o segundo elemento iniciar com R, H ou uma consoante.
Outros exemplos: hiper-humano, super-resistente, ab-rogar, etc.
– Ab-rupto ou Abrupto –
Regra: Segundo a regra, essa palavra deveria ser escrita com hífen, pois o segundo elemento começa com R. Porém, por convenção, ela também pode ser escrita sem hífen. De qualquer maneira, as duas formas estão corretas.
Espero que tenham gostado do post, pessoal. E que tenham aprendido pelo menos um pouquinho com ele. ^^
Uma boa semana a todos e um beijão <3

Pra variar, eu adorei, Pri!
Sempre me confundo com o uso do hífen, principalmente depois da Nova Gramática!

20

maio
2012

Divulgações e Novidades

Oi gente!

Vamos conferir algumas novidades quentinhas das editoras parceiras pra ver se elas ajudam a passar esse frio que está fazendo?

Editora Galera Record
Anjo Mecânico – Cassandra Clare
A história se passa na Londres vitoriana, mais ou menos 150 anos antes dos acontecimentos que envolvem Clary e Jace. Quando a tia da jovem Tessa Gray morre, a única saída é mudar-se de Nova York para Londres e ir morar com o irmão, que está na Europa a trabalho. Ao chegar, Tessa é sequestrada por duas mulheres que, no cativeiro, a ensinam a explorar um dom que ela até então desconhecia. Tessa é capaz de se transformar em qualquer coisa que quiser. Esse dom logo se mostrará valiosíssimo para a luta dos Caçadores de Sombras contra os demônios e ela ficará cada vez mais envolvida com esse universo, especialmente por causa de Will Herondale.

Continue lendo »

18

maio
2012

[Resenha] Nas Sombras – Jeri Smith-Ready

Título: Nas Sombras
Autor: Jeri Smith-Ready
Editora: Galera Record
Número de Páginas: 336
Ano de Publicação: 2012
Skoob: Adicione
Compare e Compre: Buscapé

Aura, como todo adolescente nascido após a Passagem, é capaz de ver e se comunicar com fantasmas de pessoas que morreram inesperadamente. Convivendo com isso desde que nasceu, a garota já estava acostumada à situação, bem como a ter que usar artifícios para fugir deles, quando necessário. Foram muitas as vezes em que ela desejou nunca ver nenhum. O que ela nunca imaginou, porém, é que um dia se sentiria grata por essa capacidade, nem muito menos que seu namorado, Logan, mal conheceria o sabor de completar 18 anos…

Continue lendo »

17

maio
2012

Parece, Mas Não É

“Parece, mas não é” é uma coluna onde trago livros que, ao ver a capa pela primeira vez, achei tratarem de um assunto, mas, ao ler suas sinopses, descobri que não tinham nada a ver com o que pensei!

Continue lendo »

15

maio
2012

[Resenha] Uma Herança de Amor – Lycia Barros

Título: Uma Herança de Amor
Autor: Lycia Barros
Editora: Ágape
Número de Páginas: 320
Ano de Publicação: 2012
Skoob: Adicione
Compare e Compre: Buscapé

Amanda é uma jovem de 23 anos que foi criada pela avó materna, vivendo no Rio de janeiro, e que passou a vida com uma grande lacuna em relação à lembrança dos pais. Devido a esse hiato de memória, ela atravessou um período de revolta na adolescência, onde trouxe grandes aborrecimentos a sua tutora, que infelizmente acabara de falecer, devido a um súbito câncer. Em seu testamento, a avó pede que Amanda encontre-se com a mãe e permaneça ao lado dela durante trinta dias antes que tome posse de sua herança. E, em homenagem a figura materna que a mesma representou, muito a contra gosto, a neta a obedece. Porém, a única coisa que Amanda sabe sobre a mãe, é que ela era uma alcoólatra e que por isso passou muito tempo vivendo em uma clínica de recuperação. Sobre o pai, Amanda só sabe que o mesmo está morto. 
Nesse reencontro turbulento, muitas coisas irão acontecer. Em choque, Amanda reencontrará sua mãe recuperada, morando no pequeno município de São Lourenço e vivendo com sua nova família. Profundamente magoada, Amanda desejará descobrir por que nunca foi procurada por ela. E, para piorar, se apaixonará por um homem que poderá mudar todos os planos que ela havia traçado. 
Será que Amanda conseguirá conhecer o poder libertador do perdão? 
Uma Herança de Amor é um romance divertido e emocionante que trata de vários dramas humanos e que, principalmente, nos faz refletir grandemente sobre todas as formas de amor, sem as quais, para nós, definitivamente não vale a pena existir. 

Continue lendo »

14

maio
2012

[Vídeo] Na Caixinha do Correio – Maio (2012) – Parte I

Oi gente!

Mais um Na Caixinha do Correio pra vocês!
Dessa vez, consegui fazer um vídeo de menos de 15 minutos o/

Como sempre, muito obrigada ao meu irmão por ter pacientemente editado mais um vídeo pra mim!

Continue lendo »

11

maio
2012

[Resenha] Reencontro – Leila Krüger

Título: Reencontro
Autor: Leila Krüger
Editora: Novo Século
Número de Páginas: 496
Ano de Publicação: 2012
Skoob: Adicione
Compare e Compre: Buscapé

“Está bem no fundo. Não se pode alcançar… aos poucos, vai roubando o ar.” Ana Luiza vai perdendo seu fôlego: o fim de (mais) um grande amor, um pai distante, uma mãe fútil, uma amizade complexa e “pessoas que sempre vão embora”. Com suas músicas de rock, seus livros e seus cigarros, Ana Luiza vê sua vida desmoronar. “O amor é uma ferida”, ela sentencia. Mas a “garota de olhar longínquo” tem um encontro inesperado com um alguém aparentemente muito diferente dela: os “olhos imensos”, que tudo veem… Presa em seu próprio mundo e rendida ao álcool e às drogas, Ana Luiza tenta fugir. Principalmente do temido amor, que tanto a feriu… Como encontrar, ou reencontrar o próprio destino? Até onde o amor pode ir, até quando pode esperar? O que há além das baladas de rock e dos poemas românticos? Poderá o amor salvar alguém de sua própria escuridão? Às vezes, é necessário perder quase tudo para reencontrar… e finalmente poder amar.

Continue lendo »

10

maio
2012

Parece, Mas Não É

“Parece, mas não é” é uma coluna onde trago livros que, ao ver a capa pela primeira vez, achei tratarem de um assunto, mas, ao ler suas sinopses, descobri que não tinham nada a ver com o que pensei!

 

Continue lendo »

08

maio
2012

Divulgações e Novidades

Oi gente!

Vamos conferir algumas novidades das editoras parceiras?
Peço para que cliquem nas imagens para ampliá-las, ok?
Continue lendo »

páginas 123

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2019 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por