[Diversos] Dos Chick-Lits aos Thrillers: Autores Que Escreveram os Dois Gêneros | Minha Vida Literária
13

fev
2019

[Diversos] Dos Chick-Lits aos Thrillers: Autores Que Escreveram os Dois Gêneros

Tem autor que a gente, só de ouvir o nome, já associa a determinado gênero, né? Por exemplo, não dá pra falar de Agatha Christie sem pensar nela como “A Dama do Crime”. Falou em Carina Rissi, a gente já espera um chick-lit gostosinho. Nicholas Sparks? Prepare as lágrimas para um romance arrebatador.

Porém, embora muitos autores fiquem conhecidos por escreverem um mesmo gênero, outros acabam transitando entre eles. No post de hoje, vim falar de três que começaram escrevendo chick-lits, mas acabaram fazendo sucesso com seus thrillers.

1. Cally Taylor | C. L. Taylor

Foto: Divulgação

Se você me acompanha há um tempo, você certamente já me ouviu falar de O Céu Vai Ter Que Esperar, um dos meus chick-lits favoritos. Embora eu não tenha gostado muito de Em Casa Para o Natal, ainda assim nutro um carinho todo especial pela autora, já que foi por causa da capa de seu primeiro chick-lit que acabei descobrindo o mundo dos blogs e, em consequência, criei o Minha Vida Literária.

Sendo assim, era desse jeito que eu conhecia a autora, como escritora de chick-lits. Um dia, buscando por outros  de seus títulos, tive uma surpresa: Cally Taylor escreveu apenas mais uma antologia, Secrets and Rain, publicada em eBook e composta por 13 contos que prometem “fazer você rir e chorar”. E só.

Mas não foi apenas isso que descobri. A autora continuou escrevendo, mas migrou para os thrillers, que passaram a ser assinados por C.L. Taylor. Inclusive, ela fez tanto sucesso no novo gênero que seu sétimo thriller psicológico já está em pré-venda lá fora. No Brasil, seus dois primeiros livros assinados como C.L. Taylor já foram publicados pela Bertrand Brasil, que também publicou seus dois únicos chick-lits.

Vale o lembrete: apesar das capas e títulos semelhantes, os livros são únicos, não pertencendo a nenhuma série.

 

2. Robert Bryndza

Foto: Divulgação

Conheci o trabalho de Robert Bryndza com A Garota No Gelo, seu primeiro thriller policial, publicado no Brasil pela editora Gutenberg. Apesar de, por aqui, a série protagonizada pela detetive Erika Foster estar no 4º volume, lá fora a série já conta com 6 títulos publicados.

Como adorei a escrita do autor, fui pesquisar mais sobre ele para escrever a resenha de A Garota no Gelo. Assim que acessei seu site, fiquei curiosa ao ver uma aba sobre “Comédia Romântica” e só então descobri que Bryndza começou escrevendo por esse gênero. Embora nenhum dos livros tenha sido traduzido para o português, o autor assinou três livros da série Coco Channel — que também conta com dois contos que se passam anos antes do primeiro livro — e dois livros únicos, um deles escrito em co-parceria com seu marido, Ján Bryndza.

 

3. Paula Hawkins | Amy Silver

Foto: © David Levene 2015

Paula Hawkins ficou mundialmente famosa com o best-seller A Garota no Trem, publicado em 2015 e adaptado para os cinemas no ano seguinte. Embora eu tenha gostado do livro que a tornou famosa, fiquei ainda mais encantada por sua escrita com Em Águas Sombrias e já estou ansiosa por seu próximo livro, ainda sem título e previsto para este ano.

Em sua passagem pelo Brasil em 2017 para a Bienal do Livro no Rio de Janeiro, tive a oportunidade de assistir a um bate-papo com ela. Falando de sua trajetória, Hawkins revelou ter publicado quatro livros antes de A Garota no Trem, que não fizeram sucesso. Se eu já estava surpresa, fiquei mais ainda ao saber que ela começou sua carreira justamente como escritora de chick-lits. Contudo, ela usava o pseudônimo Amy Silver e só passou a assinar como Paula Hawkins ao começar a escrever thrillers. Você pode conferir mais informações nessa matéria.

 

E vocês, já sabiam da trajetória desses autores? Que outros escritores vocês conhecem que migraram de gênero de escrita?





Deixe o seu comentário

3 Respostas para "[Diversos] Dos Chick-Lits aos Thrillers: Autores Que Escreveram os Dois Gêneros"

Angela Cunha - 14, fevereiro 2019 às (07:09)

Juro que estou chocada com Bryndza escrevendo romance rsrsrs Por mim, ele sempre só era o rei do suspense, dos mistérios. Nunca imaginei que ele pudesse partir para outros gêneros. Quero muito se tiver oportunidade, conferir as letras do autor neste quesito!!!
Uma pena que isso pode nem acontecer né? rs
Beijo

Anna Mendes - 14, fevereiro 2019 às (13:12)

Oi Aione!
Nossa, fiquei muito surpresa com a Paula Hawkins! Jamais ia imaginar que ela já escreveu chick-lits!
Dela eu só li A Garota No Trem e confesso que me decepcionei um pouco. Mas ainda tenho um pouco de curiosidade de ler Em Águas Sombrias.
Fiquei curiosa para ler A Garota No Gelo.
Seria tão legal se todos esses livros fossem publicados aqui no Brasil! 🙂
Bjos!

Ana I. J. Mercury - 28, fevereiro 2019 às (21:11)

Que legal!
Adorei saber mais sobre esses autores, só conhecia os lados thrillers deles! hahahaha
Acho o máximo autores que escrevem vários gêneros.
Quero muito ler os livros da Paula e da Cally.
bjoss

Últimas Resenhas

Calendário de posts

fevereiro 2019
S T Q Q S S D
« jan   mar »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728  

Desafio Fuxicando Sobre Chick-Lits 2019

<div class="titulo desafio-fuxicando-sobre-chick-lits-2019"><h6>Desafio Fuxicando Sobre Chick-Lits 2019</h6></div>

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2019 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por