[Resenha] Livre Para Recomeçar - Paola Aleksandra | Minha Vida Literária
28

jan
2020

[Resenha] Livre Para Recomeçar – Paola Aleksandra

Título: Livre Para Recomeçar
Autor: Paola Aleksandra
Editora: Essência
Número de Páginas: 400
Ano de Publicação: 2019
Skoob: Adicione
Compare e Compre: AmazonAmericanasSaraivaSubmarino

Anastácia carrega na pele as marcas deixadas por um casamento odioso. Em sua última noite como uma mulher livre, ela perdeu o controle do seu futuro e acabou presa no famoso hospício para alienados do Rio de Janeiro. Mas agora, três anos após sua internação, Anastácia precisará enfrentar o passado e descobrir como recomeçar. Quem ela escolherá ser longe do peso do título de Condessa De Vienne?
Graças ao Jornal das Senhoras, Benício de Sá é conhecido como o Bastardo do Café. Lutando diariamente contra a opressão do pai – um dos mais poderosos cafeicultores do Brasil – ele encontrou na construção civil a oportunidade perfeita de mudar seu futuro e deixar uma marca no mundo. Contudo, enquanto a Empreiteira de Sá conquista o cenário carioca, Benício continua preso ao passado e às marcas que carrega na alma. Será que um dia ele conseguirá libertar-se por inteiro das garras do seu pai?
Anastácia e Benício se conhecem em meio à ruína, mas é durante a esperança de um novo começo que eles se reencontram. Agora resta saber se estão prontos para recomeçar.

Livre Para recomeçar é o segundo livro da Paola Aleksandra, conhecida pelo seu canal Livros & Fuxicos. Agora, reconhecida pelo seu talento como escritora, ela nos invade com sua escrita poética e rica em meio às páginas.

Anastácia é uma mulher aprisionada ao casamento, tendo de lidar com um marido sádico, cujo prazer é infligir dor não só a sua esposa, mas como a qualquer pessoa que atrapalhe seus planos de enriquecer. Quando ela descobre que seu esposo está com ideias de uma construção que não envolve apenas um Hotel, mas um bordel, Anastácia é rapidamente diagnosticada como louca e internada em um hospício para alienados no Rio de Janeiro. Três anos após sua internação, uma chance para se viver a tão sonhada liberdade. O problema é enfrentar marcas tão profundas de um passado ainda recente.

Do outro lado temos Benício, o Bastardo do Café. Um rapaz que vive para deixar sua marca no mundo e se livrar das amarras que o prendem ao seu pai, um homem influente e famoso pelos negócios no ramo de cafeicultores. Ao se encontrar na Construção Civil, Benício, ao lado do irmão e sócio, cria a Empreiteira De Sá e ambos passam a dar voz ao sonho de suas vidas.

É nessa luta pela liberdade e principalmente pelo direito de ser ouvido que Anastácia e Benício se tornaram mais que enamorados; aliados! Tudo para encontrarem o recomeço de suas vidas.

Eu gosto de pegar livros de gêneros que não leio com frequência, isso me permite explorar novos horizontes e redefinir meus gostos. Então, quando fui convidada a resenhar Livre Para Recomeçar, aceitei de primeira. Era um livro que estava na minha lista de leituras, que eu queria muito conhecer e que tive o prazer de ter essa oportunidade.

Livre Para Recomeçar é mais que um romance falando sobre empoderamento feminino, sobre o direito de liberdade, sobre a igualdade; é uma obra de arte, foi feita para ser eternizada, para que minha filha ou a sua faça a leitura e passe adiante os valores transmitidos nessas páginas. É emocionante ver a jornada da Anastácia, toda a sua construção, desde uma mulher que se partiu ao confiar no amor até a pessoa que trouxe sua voz e se restabeleceu como detentora dos próprios direitos. É um exemplo de força, de perseverança.

O Benício é apaixonante, é forte, tem um senso de justiça que é muito bonito de ver. Eu adoro a forma como o pensamento dele começa e termina, seja sobre comida, sobre viagens, sobre leis e direitos. Ele e a Anastácia formam um casal sexy, daqueles que a gente aplaude de pé. Entretanto, estaria mentindo se dissesse que são o meu casal favorito. Tem um secundário que é muito fofo e a relação cão e gato deles também é algo divertido de ver.

Que temos personagens cativantes, acontecimentos marcantes e lágrimas, isso creio que deixei bem claro. Contudo, existe algo que eu realmente sou apaixonada. Descrições para mim não são apenas um complemento bem-vindo, mas uma necessidade em livros que se passam num momento histórico específico. Eu gosto de saber como era algo, de criar aquela imagem na minha cabeça, seja de uma construção da época, ou mesmo de como o comércio funcionava. E a Paola traz muito bem essa riqueza de detalhes, cada parágrafo tomava uma forma interessante, curiosa. Um momento em que eu parava e imaginava com calma aquele local. Ela teve um extremo cuidado ao descrevê-los e isso é incrível, de verdade.

A leitura desse livro, a forma poética, madura e sensível com que a Paola escreve, me fez ser submergida no enredo, me emocionar de formas que em nem saberei explicar. Se pegarmos esse romance de época na mão, podemos traçar um paralelo mesmo com os dias atuais. Racismo. Violência Doméstica. Machismo. Coisas que ocultam o nosso maior bem, que é ser livre para viver.





Deixe o seu comentário

8 Respostas para "[Resenha] Livre Para Recomeçar – Paola Aleksandra"

Angela Cunha - 29, janeiro 2020 às (07:35)

Como quero ler este livro!!!
Desde seu lançamento, tudo que é escrito ou falado tem sido positivo e lendo uma resenha assim, tão apaixonada, a gente parece mergulhar já no enredo.
Essa liberdade sonhada, essa angústia pelo medo, pela decepção, o grito por ser livre.
Entende-se muito bem o título da obra e do quanto ela representa sim a vida de muitas mulheres ainda hoje-.
Preciso ler!!!
Beijo

Verônica Vieira - 29, janeiro 2020 às (08:39)

Eu tenho até vergonha de falar que ainda não li nenhum dos livros da Paola.
Eu acompanho o trabalho dela a muito tempo, mas o fato de eu não ser muito fã de romances de época, esta fazendo eu enrolar essas leituras…

Rayane - 29, janeiro 2020 às (15:21)

Acompanho a Paola pelo Livros & Fuxicos a bastante tempo, mas nunca tive a oportunidade de ler um dos livros dela. Gosto muito de romances de época, esse gênero é um dos meus preferidos. Fiquei super curiosa para saber mais sobre essa relação do Anastácia e Benício, já sei que vou amar eles. Não vejo a hora de poder ler esse livro logo!!

Vanessa Meiser - 29, janeiro 2020 às (16:46)

Minha nossa, como pode uma menina tão doce como a Paola escrever um história assim tão forte e impactante? Só pode ser talento mesmo 😃 10 entre 10 leitoras caem de amores pelos livros da Paola, mesmo sem ter lido nada até agora, não tem como negar o fato de que ela está fazendo sucesso. Claro que quero ler não só este, mas o primeiro também… Obrigada pela dica?!!

Anna Mendes - 30, janeiro 2020 às (18:33)

Oi Fran!
Que linda a sua resenha!
Eu acompanho o Livros e Fuxicos há alguns anos e sou louca para ler os livros que a Paola escreveu!
Volte para mim já tinha chamado a minha atenção, mas a premissa de Livre Para Recomeçar me deixou mais curiosa.
Não sou uma grande fã de romances de época e raramente os leio, mas de vez em quando tento dar uma chance para esse gênero.
Livre Para Recomeçar parece ser um romance tão lindo e envolvente. Os personagens parecem ser cativante e a história parece passar mensagens muito importantes.
Não vejo a hora de conseguir fazer a leitura! 🙂
Bjos!

Elizete Silva - 31, janeiro 2020 às (11:22)

Eita que eu amo romances de época, por isso o livro já me conquistou, ainda mais com essa capa linda. Ainda não tive contato com a escrita da Paola, mas essa história parece ser daquelas lindas, que te deixam sorrindo ao final da leitura, ao mesmo tempo em que choca com as verdades de uma época tão devastadora para mulheres e classes inferiores e também nos dá ainda mais forças (e motivos) para continuar lutando por igualdade e um mundo menos cruel, tenho certeza que nossa protagonista inspirará muitas outras mulheres.

Ana I. J. Mercury - 31, janeiro 2020 às (21:33)

Oi, Francine
Adorei sua resenha!
Estou ansiosa para lê-lo!
Aii a Anastácia parece ser uma personagem maravilhosa, que sofreu muito, e terá que batalhar agora para ter forças de recomeçar e estar pronta para o amor.
Parece ser emocionante!
bjs

RUDYNALVA CORREIA SOARES - 31, janeiro 2020 às (22:33)

Francine!
Acompanho a Paola há muito tempo e desde que ela lançou o primeiro livro, tenho vontade de ler e ela foi rápida em lançar o segundo que já quero também, ainda maais com todo esse empoderamento feminino e personagens bem desenvolvidos de forma poética e carregados de amor.
cheirinho
Rudy

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2020 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por