[O Livro Que Mudou A Minha Vida] A Estrela Que Nunca Vai Se Apagar - Esther Earl | Minha Vida Literária
18

set
2014

[O Livro Que Mudou A Minha Vida] A Estrela Que Nunca Vai Se Apagar – Esther Earl

Na coluna O Livro Que Mudou A Minha Vida, a Alana traz um depoimento de um leitor cuja vida tenha sido modificada, em algum aspecto, por um livro, além de curiosidades sobre o livro em questão.

 

O depoimento de hoje é da nossa leitora Edilza Andrade, leitora assídua do Minha Vida Literária. O livro que mudou a vida dela foi A Estrela Que Nunca Vai Se Apagar, da Esther Earl, que inspirou John Green a escrever ACEDE. Não foi à toa que esse livro se tornou tão especial para a Edilza, já que é uma lição de vida para todos nós e nos faz ter uma reflexão super importante. O livro é uma espécie de autobiografia e traz trechos do diário da própria Esther, o que torna o livro inovador e tocante. Para quem for ler o livro da Estrela, a recomendação é que, segundo Edilza (que chorou até seus olhinhos secarem), tenha ao seu alcance um bom lencinho, principalmente para as partes que descrevem os últimos momentos da vida de Esther.

 
OLivroQueMudouAMinhaVida_Edilza
Título: A Estrela Que Nunca Vai Se Apagar
Título original: This Star Won’t Go Out
Autor(a): Esther Earl, com Lori e Wayne Earl
Editora: Intrínseca
Páginas: 448
Ano: 2013
Skoob: Adicione
Compare e Compre: Buscapé

“A Estrela Que Nunca Vai Se Apagar” conta a história de Esther Grace Earl, diagnosticada com câncer da tireoide aos 12 anos. A obra é uma espécie de diário da jovem, com ilustrações, fotos de seu arquivo pessoal, textos publicados na internet, bate-papos com os inúmeros amigos que fez on-line e reproduções de cartas escritas em datas comemorativas. A jovem perdeu a batalha contra a doença, mas deixou um legado de otimismo e celebração ao amor.

Minha história de amor com esse livro começou quando participei de um sorteio em que ele era o prêmio, ganhei (dã), mas tinha participado só por participar, não queria ler, só que eu nem imaginava o que ia perder.
“A Estrela Que Nunca Vai Se Apagar” foi um livro que emocionou muita, mas muita gente mesmo, além de mudar a vida também de quem leu. Vou explicar como mudou a minha. Bom, toda a emoção se vale principalmente à querida Esther, porque, mesmo ela tendo câncer e sentindo todos os efeitos colaterais disso (as partes que ela cita as dores que sente são de tocar o coração), a mesma não reclama, tenta levar uma vida normal, tendo vários amigos nerds como os que ela conheceu na internet, se encontrando com eles em passeios, saindo pra jantar, indo a shows de nerds, num desses foi onde conheceu o John Green! Ela sempre tentando aproveitar a vida ao máximo, sempre feliz! Isso me fez chorar. E é aí que pensamos: “Nossa! Reclamo de coisas tão fúteis e essa menina está morrendo e simplesmente leva a vida adiante.” Refletimos bastante enquanto lemos.
A forma como a família cuida dela é muito legal! Por exemplo, Esther e o irmão sempre gostavam de assistir à série Doctor Who juntos, as irmãs a levavam para shows… Coisas simples, mas lindas!
Só que claro que o livro não é só tristezas, vemos a rotina da garota: hospital com os pais/cama/internet/passeios, e, eu tenho que citar isso, ela gosta muito de criar “carinhas”, é muito fofo! Isso me mudou de certa forma também, aprendi a fazer muitas! Rsrsrs. Sem dizer que a Estrela é muito divertida!
Agora, se você não quer ficar acordado a noite toda pensando nessa linda história de vida, recomendo que pule a parte que se descreve os últimos momentos de vida dela, porque eu chorei até meus olhos secarem, sério! Tô até emocionada aqui.
Bem, gente, é isso que eu tinha pra falar de “A Estrela Que Nunca Vai Se Apagar”, não sei como encontrei palavras!
E façam como a linda Estrela disse: “Apenas seja feliz, e, se você não conseguir ficar feliz, faça coisas que o deixem feliz. Ou fique sem fazer nada com as pessoas que o fazem feliz” .
Um abraço!

 

Curiosidades 

OLivroQueMudouAMinhaVida_AEstrelaQueNuncaVaiSeApagar

  • O livro é cheio de fotografias e todo coloridinho;
  • O cabelo de Esther que está na capa do livro não é natural. Na verdade, ela era loura;
  • Desde 2008, a Estrela tinha um canal de vídeos no YouTube, onde postava vídeos do seu cotidiano, conversava com os amigos e demonstrava seu interesse pelo bruxinho Harry Potter;
  • A partir desse canal, Esther conseguiu chamar a atenção de J.K. Rowling, que mandou um desenho super carinhoso para ela;
  • Esther conheceu John Green na LeakyCon (uma conferência para fãs de Harry Potter). Depois disso, ficaram amigos e ele teve a ideia de escrever o tão famoso livro A Culpa É Das Estrelas. Na verdade, a culpa é da Esther, que foi a inspiração de Green;
  • Foi criada pela editora Intrínseca a Semana Esther na qual dez blogs culturais se dedicaram por sete dias a difundir a história de Esther;
  • Lori Earl, a mãe da Esther, preside a instituição sem fins lucrativos This Star Won´t Go Out, que apoia pacientes e famílias que lutam contra o câncer.

 

Para participar da coluna, envie um email para contato@minhavidaliteraria.com.br ou acesse o formulário de Contato do blog, com o assunto Participação na coluna: “O Livro Que Mudou A Minha Vida”.





Deixe o seu comentário

21 Respostas para "[O Livro Que Mudou A Minha Vida] A Estrela Que Nunca Vai Se Apagar – Esther Earl"

Julia G - 18, setembro 2014 às (11:42)

Oi meninas, muito legal o depoimento da Edilza, não fazia ideia de que aspectos o livro trataria, e fiquei bastante curiosa agora pela leitura. Lindo <3

Beijos

Edilza - 18, setembro 2014 às (15:27)

Que bom que gostou! Espero que leia e se emocione!

Bianca Martins - 19, setembro 2014 às (17:45)

Nõ cheguei a ler A Estrela Que Nunca Vai Se Apagar…
Livros deste tipo são sempre inspiradores. Nos mostram q mts vezes reclamamos do q n deveríamos…
Eu n sabia q o livro era todo coloridinhos…gostei bastante!
Me interessei em lê-lo!

Edilza - 19, setembro 2014 às (19:03)

Fico feliz que tenha se interessado! Sim, o livro é bem inspirador e tocante!
É muito lindo por dentro, sê tem que ver! Várias fotos, ilustrações da Esther, páginas do diário dela, folhas coloridas, muito show!

Rudynalva - 21, setembro 2014 às (01:34)

Alana!
A escolha da Edilza em escolher o livro A Estrela Que Nunca Vai Se Apagar foi bem feita e as emoções que sentiu conseguiu mudar a vida dela, acredito que deu um novo olhar para o horizonte..
Não li ainda o livro, entretanto tenho muita vontade.
cheirinhos
Rudy

Edilza - 25, setembro 2014 às (13:43)

Leia sim, Rudynalva!

Rayme - 23, setembro 2014 às (10:42)

este livro também me tocou bastante, e exatamente por isso. conforme eu ia lendo eu percebia o quanto eu já reclamei e reclamo de coisas fúteis. ele também me ajudou a dar mais valor a minha família, amigos e, principalmente, a minha saúde. ele também mudou a minha vida!

Edilza - 25, setembro 2014 às (13:37)

Exatamente, Rayme! Sentimos a mesma coisa!

Michele Lopez - 23, setembro 2014 às (17:47)

Oie…
Morro de vontade de ler esse livro! Se já me emocionei com A culpa é das estrelas, esse então vai me fazer derrubar litros de lágrimas!!
Pretendo comprar em breve se tudo der certo!

Edilza - 25, setembro 2014 às (13:38)

Prepare os lencinhos, Michele!

Crislane Barbosa - 24, setembro 2014 às (12:35)

Oi!
Muito lindo!!! *.*
O ato de viver a vida é tão fácil, mas o mesmo tão complexo. Viver viver viver!
Edilza, adorei seu depoimento. ^^

Beijão!

Edilza - 25, setembro 2014 às (13:41)

Brigada, Crislane! <3

Neny - 25, setembro 2014 às (20:42)

Que lindo o depoimento, eu acho que este livro é para pessoas fortes, eu como sou chorona e fico deprimida com livros tristes, não da para mim rs.
Acho que eu iria sofrer muito lendo, não fazia ideia que o livro era coloridinho por dentro, deve ter ficado lindo.
beijos.

Edilza - 28, setembro 2014 às (11:35)

Neny, mas é linda a história de vida dessa menina! Dá uma chance, mesmo que fique deprimida. 😀

Biazynhah - 26, setembro 2014 às (18:05)

Uma história dessa que passa um exemplo de vida tão lindo, deve realmente ter mudado não só a sua vida como a de todas as pessoas que leram.

Edilza - 28, setembro 2014 às (11:36)

Mudou sim, com certeza! Espero que leia!

Amanda Arrais - 28, setembro 2014 às (14:17)

Já tinha uma leve ideia de que conteúdo encontraria no livro, mas assim como a edilza nunca
tive a intensão de ler.. e o depoimento dela mostra o quanto nos enganamos..
podemos até acabar deixando passar uma bela historia por não dar uma oportunidade..

Edilza - 29, setembro 2014 às (16:24)

Isso mesmo, Amanda! Se não fosse “o destino” nunca ia conhecer essa história maravilhosa! 😀

Kris Oliveira - 30, setembro 2014 às (21:18)

Desde que lançou esse livro eu tenho vontade de lê-lo,
na época do lançamento eu cheguei até a ver uns vídeos dela no YouTube
E de certa forma senti um pouco da emoção que senti ao ler ACEDE outra vez
Essa menina foi uma guerreira.

Ingrid Moitinho - 30, setembro 2014 às (22:47)

Muito legal o depoimento da Edilza, eu já tinha visto esse livro, mas ainda não tinha lido nada sobre ele, me interessei bastante agora. Nem sabia que era tão bom, adoro livros que são coloridinhos. *-*

Vitória Pantielly - 30, setembro 2014 às (23:23)

Oii 🙂
Ainda não li o livro, mas fico imaginando, se já chorei rios com A culpa é das estrelas imagine com o livro que conta a história da Ester ? *-*
Acho sim que o livro tem uma história toda triste, mas pelo que conheci da história da Ester ela era tão doce e tão feliz da vida que não se deixou a bater !
Que bom que o livro mexeu com a Edilza, espero que também me mude tanto quando ACEDE 🙂
Beijos :*

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2019 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por