[Resenha] Aliança de Casamento — Jasmine Guillory | Minha Vida Literária
22

nov
2019

[Resenha] Aliança de Casamento — Jasmine Guillory

Título: Aliança de Casamento
Título original: The Wedding Date
Autor: Jasmine Guillory
Tradução: Carolina Huang
Editora: Essência
Número de Páginas: 256
Ano de Publicação: 2019
Skoob: Adicione
Compare e Compre: AmazonAmericanasSaraivaSubmarino

Concordar em ir a um casamento com um cara que ela mal conhece é algo que Alexa Monroe normalmente não faria.
Mas há algo em Drew Nichols que torna o convite impossível de resistir.
Na véspera da festa de casamento de sua ex-namorada, Drew está sem uma acompanhante. Até que uma queda de
energia o deixa preso no elevador com a candidata perfeita para se passar por sua namorada.
Alexa e Drew acabam se divertindo mais do que previam, mas Drew precisa voltar para Los Angeles, onde trabalha
como cirurgião pediátrico, e Alexa precisam voltar para Berkeley, onde é a chefe de gabinete do prefeito. Mas eles não
conseguem parar de pensar um no outro… Será que a química eletrizante entre eles sobreviverá à distância?

Aliança de Casamento é o romance de estreia de Jasmine Guillory, publicado no Brasil pelo selo Essência, da editora Planeta. O chick-lit é tudo que se pode esperar de uma boa comédia romântica para um dia relaxante: uma leitura gostosa, divertida e com um casal apaixonante.

Alexa e Drew se conheceram no elevador de um hotel. Ele, prestes a encarar o casamento da ex-namorada com o ex-melhor amigo, convida Alexa em um impulso para ser sua acompanhante, já que ele não tem quem chamar. Ela, encantada pelo charme dele e sem pensar muito a respeito, aceita o convite. A noite sai melhor do que o esperado, mas os dois moram em cidades distantes, além de terem trabalhos que os mantêm muito ocupados. Mais do que tudo, Drew deixa claro que não é do tipo que busca um relacionamento sério, fazendo com que Alexa saiba desde o começo que a relação não tem futuro.

As situações gerais de Aliança de Casamento são sustentadas pelos clichês do gênero — e essa não é uma crítica, uma vez que acredito que clichês, bem aproveitados, produzem excelentes resultados. Aqui, as narrativas intercaladas em terceira pessoa mostrando ora a perspectiva de Alexa e ora a de Drew fazem com que o leitor não apenas conheça melhor os protagonistas, mas sinta os conflitos gerados pelos medos de cada um. Foi uma delícia acompanhar o desenvolvimento da relação entre eles, desde as descobertas sobre o estar com o outro até às inseguranças, pautadas pelas dúvidas de como agir, o que falar, sem saber se tudo aquilo que se sente é também sentido pelo outro.

Porém, para além dos clichês, há as particularidades da história que fazem dela mais especial. Alexa é uma protagonista negra, chefe do gabinete do prefeito — e, portanto, em uma alta posição de trabalho — e extremamente voltada ao trabalho social. Assim, Aliança de Casamento traz também o debate de questões raciais e sociais, inclusive no enfrentamento entre os protagonistas, já que Drew é branco e ainda despertando a consciência de seus próprios privilégios.

E o melhor de tudo é que Jasmine Guillory insere tudo em doses exatas para que a história seja leve e divertida. A narrativa é muito ágil, de forma que li o livro em poucas horas; os diálogos são espirituosos; o romance é apaixonante e sensual — e sim, há várias passagens hots na trama —; e, principalmente, os personagens são cativantes, mesmo os secundários. Me encantei pelos amigos de Alexa e Drew e fiquei ainda mais feliz em saber que os demais livros da série trazem essas figuras como protagonistas, de forma que será possível ler suas histórias.

Em linhas gerais, Aliança de Casamento é uma leitura perfeita para quem busca um entretenimento estilo sessão da tarde, que se destaca pela representatividade que proporciona e pelos temas que aborda sem perder a leveza digna de uma comédia romântica fofa e apaixonante. 

AS CAPAS DA SÉRIE THE WEDDING DATE





Deixe o seu comentário

6 Respostas para "[Resenha] Aliança de Casamento — Jasmine Guillory"

RUDYNALVA - 22, novembro 2019 às (22:05)

Aione!
Como boa ramântica, ver um enredo romântico bem escrito e que ainda traz a inserção da questão racial ao romance, a diferença entre os protagonistas, o que não impedem que se curtam e tenham um relacionamento, é um livro que preciso ler no momento.
Sem contar com os trechos hots e clichês que gosto demais.
cheirinhos
Rudy

Angela Cunha - 23, novembro 2019 às (07:37)

Tipo de livro que a gente lê a resenha e já fica imaginando tudo isso retratado na telinha!Puxa, daria uma adaptação daquelas!!!
Eu amo um bom clichê, ainda mais se tiver isso do inusitado, das diferenças. Tá, foi uma surpresa saber que mesmo sendo um livro mais voltado para uma comédia romântica,há também esse grito da pele, das diferenças e da aceitação ou até diferença de “trabalhos”.
Tudo muito atual!!!
Mas já estou aqui torcendo para que tudo tenha terminado bem!
Lista de desejados com certeza!
Beijo

Scheila - 26, novembro 2019 às (08:14)

Oii, Aione!
Só por essa resenha, a gente já se apaixona pelo livro! O tipo de livro que amooooooo!
Parece trazer um enredo bem divertido e super romântico mesmo!
Porém, eu não consigo ler um livro em um dia.. sério, nunca na vida, mesmo que o livro seja maravilhoso.. Quem sabe um dia eu tento fazer isso kkkkkkk.
Beijinhos.

Anna Mendes - 27, novembro 2019 às (10:34)

Oi Aione!
Amei a resenha!! <3
Que linda a capa desse livro! Também amei as capas dos outros livros da série!
Adorei a premissa! Parece ser um romance bem leve e gostoso de ler. Ótimo para relaxar.
Achei muito legal a autora ter trazido questões raciais e sociais para a história e de haver representatividade na trama.
Fiquei com muita vontade de fazer a leitura! 🙂
Bjos!

Maria Cecília Vieira - 27, novembro 2019 às (10:34)

Ai que já quero ler! Adoro um bom e velho chick lit cheio de clichês, então esse é um prato cheio para mim. Sem contar que é bom saber que na trama há questões ainda mais profundas do que “apenas” o desenrolar de um romance. Gostei bastante, foi direto para a lista de leituras!

Fabiolla Devenz - 27, novembro 2019 às (14:36)

Sempre gosto de ler um bom e velho clichê, gosto da leitura leve e fluída, ainda mais quando bem escrito e que tenham cenas em que fazem a gente suspirar.
O fato dos personagens se conhecerem em um elevador e ele chamar ela para ser sua acompanhante é digno de cena que só acontece em filme, nesse caso em livro rsrsrs
Sem dúvida esse seria um livro que leria.

Últimas Resenhas

Calendário de posts

novembro 2019
S T Q Q S S D
« out   dez »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Desafio Fuxicando Sobre Chick-Lits 2019

<div class="titulo desafio-fuxicando-sobre-chick-lits-2019"><h6>Desafio Fuxicando Sobre Chick-Lits 2019</h6></div>

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2019 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por