[Resenha] Caçadora de Estrelas — Raiza Varella | Minha Vida Literária
13

nov
2018

[Resenha] Caçadora de Estrelas — Raiza Varella

Título: Caçadora de Estrelas
Autor: Raiza Varella
Editora: Verus
Número de Páginas: 448
Ano de Publicação: 2018
Skoob: Adicione
Compare e Compre: AmazonAmericanasSaraiva ♥ Submarino

Após flagrar o namorado com outro cara (não, você não leu errado) e constatar que o safado tem um gosto para homens melhor que o seu, Eva se arrepende de ter abandonado a família, o gato, o emprego, os amigos e até o país para seguir o imbecil e decide que é hora de voltar para casa, com um mau humor feroz e sem um tostão no bolso.
Embora a vida em casa esteja bem diferente do que ela se lembrava, Eva é obrigada a seguir em frente e lidar com a situação como uma mulher adulta. Mas o destino lhe prepara uma nova surpresa: um amor proibido. Será Eva corajosa o suficiente para lidar com mais um coração partido, mesmo que seja pela estrela mais brilhante do céu?

Caçadora de Estrelas foi autopublicado em eBook na Amazon em 2016. Após permanecer semanas entre os mais vendidos do site e aparecer na lista de eBooks da Veja, o livro de Raiza Varella foi adquirido pela editora Verus. Para a versão física, porém, a autora entrega aos leitores uma história praticamente toda alterada em relação à versão original.

Eva abandonou a família, o emprego e seu gato para seguir a busca por seu grande amor — ou sua estrela, como aprendeu quando criança. Porém, após tudo dar errado, ela se vê obrigada a retornar ao lar. Para sua surpresa, ela é recepcionada por inúmeros acontecimentos que sua família e amigos mantiveram em segredo durante sua ausência. Agora, ela precisará reunir forças para lidar com as adversidades e com um novo imprevisto surgido em seu caminho: um amor proibido.

Confesso: o início da leitura não foi dos mais fáceis para mim. Nada a ver com a escrita de Raiza; a narrativa em primeira pessoa cativa já nos primeiros parágrafos por sua fluidez e capacidade de envolvimento. A trama, desde o começo, transita por passagens ora mais dramáticas, com apelo emocional, e ora mais divertidas, que tornam a leitura mais leve. Ainda, os muitos acontecimentos fazem dela mais ágil e garantem reviravoltas ao longo de toda obra. Meu problema, na verdade, foi Eva e, por consequência, os demais personagens, por suas maneiras de tratá-la.

Eva não é uma protagonista convencional. Aliás, ela a todo momento assume seus defeitos e egoísmo, confirmados por seus amigos e familiares. Assim, achei não só a protagonista problemática como também os demais personagens, já que eles a mimam e reforçam seu comportamento — Eva nada mais é do que a consequência de uma criação extremamente zelosa. Minha sensação foi a de que as constantes ênfases nos defeitos da protagonista a tornaram mais nitidamente uma personagem do que alguém que eu de fato conseguisse enxergar como pessoa capaz de existir, como se os acontecimentos e situações não fossem tão verossímeis.

De qualquer maneira, a trama e a personagem me surpreenderam a partir de determinado ponto da leitura. Estava aguardando um caminho mais semelhante ao que — depois vim a descobrir — foi a primeira versão de Caçadora de Estrelas. Nessa nova versão, contudo, a autora repensou seus personagens e histórias e optou por um novo caminho. Embora eu não tenha lido a versão de 2016, posso afirmar que gostei muito mais da história de agora. A mensagem familiar foi, certamente, a que mais me agradou e tocou na leitura e adorei acompanhar o amadurecimento e aprendizados de Eva. O romance, também, é daqueles de nos fazer suspirar e acreditar em amores maiores do que somos capazes de crer.

No geral, Caçadora de Estrelas me envolveu desde o início e acabou por me surpreender não só pelos rumos tomados pela trama, mas principalmente por ter mudado tanto minha relação com a leitura de uma metade da trama para outra. Independentemente da minha percepção, esse é um livro que reúne em si várias histórias: é a história de aprendizado e crescimento de uma mulher; é a história de um grande amor; é a história de redenção de erros do passado; é a história de uma batalha pela vida; é a história de segundas chances. Acima de tudo, é uma história de esperança: em nossos caminhos, sempre haverá estrelas brilhando por nós.





Deixe o seu comentário

4 Respostas para "[Resenha] Caçadora de Estrelas — Raiza Varella"

Angela Cunha - 14, novembro 2018 às (07:03)

Em primeiro lugar, que capa mais linda!!!Não tinha visto o livro ainda e por isso, adorei o que li acima. Por conter isso de misturar todos os tipos de sentimentos, acredito que irá me agradar muito.
Gosto deste drama de personagens. rs esse meio que desespero. Sou bem isso e me identifico.
Pode não ter funcionado completamente para você, mas sei lá, só de ler a resenha, já me conectei com Eva e quero muito conhecer mais da sua trágica história.rs
Beijo

Responder

Vitória Pantielly - 14, novembro 2018 às (20:19)

Oi Aione,
Eu não sabia que a Raiza havia alteado a história quando o livro físico foi publicado, mas, assim que li a primeira resenha gostei da história.
Pelas opiniões que vi, não deu para perceber esse lado ruim de Eva, mas, sendo sincera, é uma personagem que tem características que cansam o leitor, talvez por isso a falta de conexão…
Em um geral é uma boa história, principalmente por contas das lições que ela deixa, tenho que dizer também que o livro ganha muitos pontos pela estética, a capa está linda, e tive a oportunidade de ter em mãos, adorei a edição.
Beijos

Responder

Anna Mendes - 15, novembro 2018 às (07:55)

Oi Aione!
Amei a resenha!! <3
Não canso de dizer, sempre que vejo esse livro, como estou apaixonada por essa capa! Sério, que trabalho lindo que fizeram! Dá vontade de ler o livro só por causa da capa! Hehehe
Mas gostei da premissa também! Parece ser uma leitura muito envolvente, emocionante e repleta de ensinamentos, principalmente por você ter comentado do amadurecimento da protagonista, e eu gosto muito de encontrar isso nas histórias que leio. O livro como um todo parece passar uma mensagem muito bonita sobre superação e esperança 🙂
Fiquei muito curiosa para fazer a leitura e já vou adicioná-lo na minha lista de desejados 😉
Bjos!

Responder

Ana I. J. Mercury - 29, novembro 2018 às (21:05)

Aiii quero muito ler esse livro!
Na época da primeira versão em que a autora publicava no wattpad eu não tive tempo de acompanhar, e depois li um spoiler que me deixou com medo.
Mas eu não sabia que essa nova versão foi mudada, preciso!!!!
Que pena que a Eva é mimada assim, espero que ela tenha amadurecido ao decorrer da trama.
bjs

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2018 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por