[Resenha] O Segredo de Helena — Lucinda Riley | Minha Vida Literária
05

jun
2018

[Resenha] O Segredo de Helena — Lucinda Riley

Título: O Segredo de Helena
Título original: The Olive Tree
Autor: Lucinda Riley
Tradutor: Vera Ribeiro
Editora: Arqueiro
Número de Páginas: 464
Ano de Publicação: 2018
Skoob: Adicione
Compare e compre: AmazonAmericanasSaraivaSubmarino

Helena nunca esqueceu o verão que passou na mágica Pandora, a casa de seu padrinho no Chipre, onde, cercada por oliveiras e pelo verde-esmeralda do Mediterrâneo, ela se apaixonou pela primeira vez, aos 15 anos.
Mais de duas décadas depois, tendo herdado a antiga propriedade, ela retorna a Pandora para mais um verão, dessa vez em companhia do marido e dos filhos. No entanto, Helena sabe que voltar àquele lugar pode trazer à tona segredos que ela preferia esconder.
Um desses segredos envolve Alex, seu filho mais velho, fruto de uma relação anterior a seu casamento. Com uma inteligência acima da média, ele vive a difícil transição para a vida adulta e está determinado a descobrir a identidade de seu verdadeiro pai.
Enquanto o verão avança e pessoas do passado de Helena reaparecem, Pandora parece pronta a revelar os mistérios que ocultou por tantos anos e que, uma vez descobertos, farão com que a vida de Helena, e de sua família, nunca mais seja a mesma.

O Segredo de Helena é o mais recente lançamento de Lucinda Riley pela editora Arqueiro e, também, um de seus romances menos típicos: aqui, não há uma trama histórica atrelada a outra contemporânea, como em muitos dos seus títulos, apenas um enredo que se desenvolve basicamente em um mesmo cenário — Pandora, uma casa no Chipre.

Helena se apaixonou e teve sua vida modificada aos 15 anos, quando visitou o padrinho no Chipre. Agora, 24 anos após os acontecimentos que tanto a impactaram, ela recebe Pandora de herança e retorna com a família ao local que desperta nela sensações tão conflitantes. E, assim como no mito grego, Helena sente que sua caixa de segredos está para ser revelada, causando com ela a destruição de tudo pelo que ela mais lutou para construir.

O livro mescla diferentes vozes narrativas: o que abre e fecha o livro é a perspectiva de Alex aos 23 anos, filho de Helena, em primeira pessoa em uma linha temporal posterior aos acontecimentos centrais da trama; o enredo em si é narrado em terceira pessoa sobretudo pela perspectiva de Helena durante a estadia de sua família em Pandora ao longo do verão, embora a narrativa se aproxime também da visão de outras personagens; e na abertura de cada capítulo, há o diário de Alex aos 13 anos, o que permite ao leitor compreender as impressões do garoto durante o desenrolar dos acontecimentos. Com isso, Lucinda Riley garante alguns efeitos na leitura: em primeiro lugar, já desperta a curiosidade do leitor desde as primeiras páginas e incita algumas dúvidas a respeito do que ele poderá encontrar; depois, torna sua narrativa mais rica justamente por sua maior abrangência.

Ainda que o cenário de O Segredo de Helena basicamente se limite a Pandora, seu enredo acaba tendo maior complexidade pela gama de personagens presente e pelas muitas tramas que vão sendo desenvolvidas. Ao mesmo tempo em que elas dão substância à obra e apresentam novas facetas das personagens, permitem que, pouco a pouco, uma teia maior de eventos seja habilmente formada em torno do conflito central.

O Segredo de Helena foi meu primeiro contato com a escrita de Lucinda Riley. Comecei a leitura curiosa pelo que encontraria e o que mais chamou minha atenção desde as primeiras páginas foi a facilidade com que a autora me ganhou. Mesmo em meio aos trechos mais descritivos, realizei uma leitura completamente ágil e fluida e li o livro em apenas um dia. Fui cativada pelas paisagens acolhedoras, pelos conflitos das personagens e, sobretudo, pela escrita encantadora de Lucinda. Ainda que a leitura não tenha se mostrado de fato surpreendente, já que consegui perceber o segredo da protagonista bem antes de sua revelação, ela certamente foi acolhedora.

A temática central da obra é, sem dúvidas, a familiar e a autora desenvolve com sensibilidade as relações exploradas no romance. Mas, acima disso, adorei a forma de como apresentou as diferentes facetas da protagonista: Helena é mãe, madrasta, mulher e seus conflitos são vividos de acordo com seus diferentes papéis. Ela experimenta alegrias e angústias, dificuldades e acertos através deles e demonstram ao leitor a complexidade de ações e emoções que experimentamos ao longo de nossa existência.

Embora o foco de O Segredo de Helena seja sem dúvidas emocional, tanto pelos conflitos abordados quanto pelo que busca suscitar no leitor, essa não foi, de fato, uma leitura que me provocou lágrimas, por mais envolvida que eu estivesse e por mais que tenha gostado do que li.

De qualquer forma, achei O Segredo de Helena uma boa escolha para ter iniciado meu contato com a escrita de Lucinda Riley. Mesmo que o livro não tenha me impactado e, ao seu final, tenha sido até mesmo um pouco cansativo pelo excesso de desenvolvimento dos acontecimentos futuros ao verão em Pandora, ainda assim me proporcionou uma leitura na qual mergulhei por completo desde o início, me cativando sobretudo pela delicadeza com que as relações familiares foram tratadas. Certamente, o livro me deixou com ainda mais curiosidade de ler outras obras da autora, com as quais, imagino, terei experiências ainda mais envolvedoras.





Deixe o seu comentário

6 Respostas para "[Resenha] O Segredo de Helena — Lucinda Riley"

Lily Viana - 05, junho 2018 às (19:00)

Olá!
Eu já li resenhas dos livros dessa autora e gosto muito das tramas. Eu fiquei bem curiosa por esse livro, não tive oportunidade de ler mas estou muito bem curiosa e claro, já faz parte da minha lista de comprinhas.

Tempos Literários

Responder

Daiane Araújo - 05, junho 2018 às (21:36)

Oi, Aione.

Um dos pontos que mais se destaca, é por ele falar sobre segredos e descobertas do passado, pois certamente, temáticas assim, geram um aprofundamento maior.

Essa mescla de pontos de vistas, principalmente referente ao Alex, diferencia por não focar totalmente na Helena.

Responder

Micheli Pegoraro - 05, junho 2018 às (22:00)

Oi Aione,
A Lucinda Riley é uma das minhas autoras favoritas, sou apaixonada pelos livros dela. A cada livro que leio, fico completa e absolutamente envolvida com a história, sua escrita é muito encantadora.
Uma coisa que adoro em seus livros são as narrativas mesclando o passado e presente, então estou curiosa para ler O Segredo de Helena, que traz esse diferencial de ser apenas um enredo.
Os personagens que a autora cria são incríveis, e a Helena é uma mulher que cativa ao vivenciarmos seus altos e baixos. Já peguei spoiler e sei qual é esse segredo que ela tanto lutou pra esconder, mas mesmo assim, tenho certeza que essa história será uma leitura apaixonante.
Beijos

Responder

Anna Mendes - 06, junho 2018 às (09:23)

Oi Aione!
Adorei a resenha!
Nunca li nada da autora e não conhecia este livro.
Mas adorei a premissa e fiquei muito curiosa para fazer a leitura!
Parece ser uma leitura envolvente e que proporciona diversas emoções.
Achei encantadora a capa do livro!
Bjos!

Responder

Ludmila do Carmo - 06, junho 2018 às (23:34)

Oiee. Ainda não tive a oportunidade de ler alguma obra da Lucinda Riley. Confesso que esse livro me despertou muito interesse tanto pelo livro quanto por outras obras. O livro ao retratar sobre Helena e seu passado que até então vinha deixando para trás, passado esse o qual tem o filho Alex, muda totalmente sua vida e tudo ao redor com sua família. Fiquei muito ansiosa pela leitura. Os tramas familiares, emoções, alegrias e angustias de Helena. Sem sombra de duvida que colocarei o livro na minha estante de desejados.

Responder

RUDYNALVA CORREIA SOARES - 15, junho 2018 às (22:51)

Aione!
Sou fã incondicional da Lucinda.
Os livros dela geralmente trazem duas histórias em uma e pelo que pude ver nesse, que ainda não li, tem um grande segredo do passado que traz um certo ar de mistério.
Adorei!
“Sou uma só. (…) Sou um ser. E deixo que você seja. Isso lhe assusta? Creio que sim. Mas vale a pena. Mesmo que doa. Dói só no começo.” (Clarice Lispector)
cheirinhos
Rudy
TOP COMENTARISTA JUNHO – 5 GANHADORES
BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

Responder

Últimas Resenhas

Calendário de posts

junho 2018
S T Q Q S S D
« maio    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Participo

<div class="titulo participo"><h6>Participo</h6></div>

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2018 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por