Coluna da Duhau #9 - Ficção e Fantasia | Minha Vida Literária
18

set
2011

Coluna da Duhau #9 – Ficção e Fantasia

Oi pessoal, belezinha? A coluna de hoje tem como tema “Literatura e Fantasia”. Então são palavras que têm a ver com as principais obras de literatura que conhecemos e que encontramos por aí. Escolhi palavras não tão complicadas assim, mas que podem ser encontradas nesses livros. Espero que curtam, aí vai:

Segunda-feira:
– CONDADO –
Condados eram, principalmente na Idade Média, territórios oferecidos pelos senhores feudais aos condes. Muitos condados deram origem a reinos no período absolutista, os quais, posteriormente, deram origem aos estados-nação. O chamado Condado Portucalense, por exemplo, se transformou no Reino de Portugal. No clássico fantástico ‘O Senhor dos anéis’, do escritor J. R. R. Tolkien, uns homenzinhos pequenos e ágeis chamados hobbits vivem num território chamado ‘O Condado’. O condado da história de Tolkien é alheio aos fatos de fora e é retratado como um lugar seguro, sem grandes acontecimentos, a não ser as pomposas festas regadas a muita cerveja e comida. Na jornada para destruir o Um Anel (objeto criado pelo vilão Sauron para governar a todos), os hobbits Frodo e Sam sentem muita falta do seu lar, o Condado, e lutam para que um dia possam voltar para casa.
Terça-feira:
– CANASTRA –

Canastra é uma cesta larga com hastes de madeira flexíveis. Normalmente era usada em viagens feitas a pé, e carregada nas costas. Também pode ser uma bolsa ou maleta na qual se guardam objetos pessoais. Monteiro Lobato, escritor brasileiro do Século XX, criou ‘O Sítio do Pica-pau Amarelo’, uma obra cujos livros narram as aventuras fantásticas dos primos Pedrinho e Narizinho, sempre acompanhados dos amigos, o visconde de Sabugosa, o marquês de Rabicó, o Saci e, principalmente, a atrevida e respondona boneca de pano Emília. Emília, ao longo das aventuras, vai acumulando objetos em sua canastrinha. Dentro da canastra da Emília tem de tudo: escama de cauda de sereia, conchas do Reino das Águas Claras e até umas pílulas falantes. Não podem faltar também os deliciosos quitutes da tia Anastácia, cozinheira de mão cheia. A boneca de pano nunca se importou com o peso da sua canastra, já que era sempre o visconde quem a carregava.

Quarta-feira:
CICATRIZ –
“Ele vai ser famoso, uma lenda. Eu não me surpreenderia se o dia de hoje ficasse conhecido no futuro como o dia de Harry Potter. Vão escrever livros sobre o Harry. Todas as crianças no nosso mundo vão conhecer o nome dele!” (Harry Potter e a pedra filosofal; 2000; Rocco)
Quando a britânica J. K. Rowling escreveu estas palavras, enquanto desenvolvia seu primeiro romance, ‘Harry Potter and the Philosopher’s Stone’, ela não fazia idéia de que estava prevendo seu futuro (e de seu personagem). A história do bruxo Harry Potter, dividida em sete livros, é o maior fenômeno editorial de todos os tempos, tendo vendido mais de 400 milhões de exemplares em todo o mundo, traduzido para 65 idiomas e conquistando milhões de fãs muito ansiosos. A cicatriz em forma de raio que Harry Potter tem em sua testa, ele ganhou ainda bebê, quando perdeu seus pais num ataque de lorde Voldemort… Opa! Não se pode pronunciar seu nome. Você-sabe-quem tentou matar o indefeso Harry, mas sua mãe havia se sacrificado pelo filho e o amor dela prevaleceu sobre a maldade assassina do vilão. A cicatriz, entretanto, acompanhou o menino ao longo da sua jornada, sendo uma ligação entre ele e seu inimigo. No mundo real, cicatrizes são marcas deixadas por lesões, depois de curadas, que consistem num tecido fibroso que fica no lugar em que ocorreu o machucado. Por trás das aventuras d’O menino que sobreviveu, existe uma saga que trata dos valores humanos, da importância das escolhas, da lealdade, da luta pelo bem e principalmente do poder mágico do amor. No fim, quando a paz volta a reinar, a cicatriz de Harry não dói mais. “Tudo estava bem”.
Quinta-feira:
– FAUNO –
‘As crônicas de Nárnia’ é outra obra clássica da fantasia. Suas sete crônicas, narram as aventuras de crianças humanas num mundo mágico chamado Nárnia. As principais crianças dessa história são os irmãos Pevensie, Pedro, Susana, Edmundo e a pequena Lúcia. No conto ‘O leão, a feiticeira e o guarda-roupa’, Lúcia vai parar em Nárnia depois de se esconder dentro de um armário de casacos. Quando chega ao novo mundo, a pequenina se encontra com o sr. Tumnus, um fauno que a convida para um chá. Tumnus tinha o plano de entregar Lúcia à feiticeira branca, suposta rainha de Nárnia. Ela ordenara a todos que entregassem quaisquer humanos que aparecessem. O fauno, entretanto torna-se amigo de Lúcia e ajuda a garotinha a voltar pra casa. Faunos, nas mitologias europeias, são criaturas com corpo de humanos, mas patas e chifres de bode. Os faunos são originários do mito romano e eram divindades que protegiam os rebanhos. Em Nárnia, o fauno Tumnus é um dos grandes amigos dos irmãos Pevensie, que acabam por se tornar reis e rainhas daquele mundo.
Sexta-feira:
– CIGANA –
Foi pelos olhos profundos e inexplicáveis, diferentes conforme as circunstâncias, que Capitu, mulher de personalidade forte e envolvente, se consagrou, deixando na literatura brasileira uma marca inconfundível: “olhos de cigana oblíqua e dissimulada” ou “olhos de ressaca”, segundo o parecer do marido ciumento, o sr. Bento Santiago, vulgo “Dom Casmurro”. Cigano é aquele indivíduo nômade, de um povo originário da Índia, presente em vários países, com cultura, ética e comportamento próprios. Conhecidos por se dedicarem à música, artesanato, quiromancia, comércio de cavalos, etc. Figurativamente quer dizer um indivíduo boêmio, de vida incerta, daí o porquê de Bentinho ter atribuído tal adjetivo a Capitu.
É isso pessoal. Escolhi alguns grandes clássicos literários, como “O Senhor dos Anéis”, “O Sítio do Pica Pau Amarelo”, “Harry Potter”, “As Crônicas de Nárnia” e “Dom Casmurro”. Escolhi bem? Que outros clássicos vocês acham que poderiam entrar nessa lista? Me digam aqui embaixo nos comentários se vocês já leram alguns, vários ou todos esses clássicos por mim escolhidos e me falem o que acharam de cada um deles, ok?
Por hoje é só, galera. Não tenho nenhum vídeo pra trazer pra vocês. :/ Mas espero que tenham gostado da coluna de hoje mesmo assim. 😀
Um beijão pra todo mundo e uma ótima semana! o/
Se você escolheu bem?
Arrasou nas escolhas e no tema! Amei demais, Pri, ver “Dom Casmurro” e “Harry Potter” em um mesmo post é muito amor! 
Por essas e outras, não deixem de visitar o Livrificando!
Beijos e boa semana a todos, como a Pri já desejou!




Deixe o seu comentário

25 Respostas para "Coluna da Duhau #9 – Ficção e Fantasia"

Lucas Martins - 18, setembro 2011 às (23:55)

Muito bom! É bem assim mesmo! Adorei. Eu sou suspeito para falar, pois gosto muito de fantasia então… Rsrsrs. Mas ficou ótimo mesmo!
Bjão! E parabéns Pri!
🙂

Vanessa - 19, setembro 2011 às (00:32)

Acho que a primeira vez que ouvi a palavra CONDADO sendo dita foi mesmo no filme O Senhor dos Anéis.
CANASTRA aqui pra nós do sul é um jogo de cartas (que eu adoro jogar por sinal).

Beijão enorme.

Balaio de Livros.

Luana Feres - 19, setembro 2011 às (00:41)

Eu gosto dessa coluna. Genuinamente gosto. Sei la, sou toda fãnzinha de aprender essas palavras novas e esses tipos de “curiosidades” haha. Conhecia quase todas, menos Condado, que sempre quis saber o que significava! Muito bom!

Beijos
Mulher gosta de falar

Naty - 19, setembro 2011 às (01:26)

Ótimo! Eu adoro essa coluna sua Duhau, sempre trazendo novos conhecimentos, muitos deles supeer interessantes.

Não podia ter escolhidos melhores clássicos! Já li todos eles, apesar de que O Senhor dos Anéis eu só li o primeiro livro ;P

Dom Casmurro é com certeza um dos maiores marcos da literatura brasileira e não quem nunca tenha ouvido falar em dom Casmurro, ou Capitu *-*

Adoreei o post de hoje!

Bj;*
Naty – Just Books !

Andressa Tomaz - 19, setembro 2011 às (01:27)

Gostei bastante da coluna também. Principalmente que foram citadas das palavras condado, fauno e cicatriz, que vem de obras que eu adorooo!
Concordo com a Aione que você arrasou demais, Priscila! hauaha

Beijos!

Jessica Asato - 19, setembro 2011 às (01:32)

Olha que coluna super diferente!! Muito criativa, parabéns pela ideia!!!
Eu gosto bastante de fantasia, e gosto dos faunos, acho uma criatura bem legal!!

Beijinhos! ;*

Renata G. de Souza - 19, setembro 2011 às (02:38)

Adorei a coluna ^^
Aliás desses eu só li Harry Potter =/ quero ler o resto >.<
Dom Casmurro tentei me obrigar a ler na escola, mas parece que escola causa trauma =X Vou ver se consigo ler outra hora kkk
Bjus =*

BrunaReis - 19, setembro 2011 às (03:05)

O labirinto do fauno é demaaaaaaaais *_*
e Senhor dos Anéis tbm uhuisiuaha
beijos querida
Bruna
Esse primeiro me interessou, apesar de eu não curtir Diários de Vampiro iuashuahas
também estou seguindo aqui querida
Beijos
Bruna
http://desbravandohistorias.com.br

Entre Fatos & Livros - 19, setembro 2011 às (04:26)

Ótimo post, xará!

A escolha das palavras foi na medida certa. Já li Dom Casmurro, o clássico que mais gosto. Sempre leio HP, amo! Tb li mtas vezes Sítio do Pica-pau amarelo.

BjoO
Pri
Entre Fatos e livros

Sora Seishin - 19, setembro 2011 às (13:07)

Oi Aione (e Priscilla :D)!
Muito legal essa coluna! Não entendia direito o que é um condado!
Beijos,
Sora – Meu Jardim de Livros

Thamires R. - 19, setembro 2011 às (13:09)

Pri, o post ficou ótimo com essas grandes obras!
Claro que já li HP, kkkk, e tbm mts do Sítio do Pica-Pau Amarelo e todos da As Crônicas de Nárnia.
hsaushuah

E, como sempre, aprendi significados das palavras com vc, sempre que lia um desses clássicos eu não entendia algumas palavras, mas também, a preguiça era tanta de procurar o significado que eu seguia a leitura.

Beijão

Igor Gouveia - 19, setembro 2011 às (13:15)

Adoro essa coluna! Muito legal :} Já li Dom Casmurro e os cinco primeiros do Harry, pretendo ler logo os outros dois. São maravilhosos.

Igor Gouveia
http://25conto.blogspot.com/

Nessa - 19, setembro 2011 às (13:30)

Olá!!
Que demais!!
Eu adoro o fauno da Nárnia!!!bjus
http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com/

Jovens Leitoras - 19, setembro 2011 às (14:20)

Como várias pessoas eu também não sabia o que era Condado, AHAUAHUA. Adoro essa coluna. Aprendo mais aqui que com a professora de português. Ai, brincadeirinha. HUAHA

Beijos, Bárbara.

Jovens Leitoras - 19, setembro 2011 às (14:21)

Como a maioria eu também não sabia o que significava “Condado” HUAHUAH. Adoro essa coluna! Aprendo mais aqui do que com a prof de português! HUAHUAH. Brincadeirinha!

Beijos, Bárbara.

Pabline - 19, setembro 2011 às (14:59)

A única palavra que não conhecia o conceito é a Canastra XD
Muito legal a temática de hoje.
O único livro que li desses foi o Dom Casmurro, simplesmente fantástico *.*
Seria incrível se colocasse alguma obra da minha escritora favorita, Jane Austen *.*
BJ!

Esmalte de Morango - 19, setembro 2011 às (15:15)

Que coluna legal!
Também não sabia o que era Canastra e muito menos condado (embora eu certamente tenha aprendido isso esse ano em história, eu acho) rs

Beijão
http://manialiteraria.blogspot.com/

Bruno Miranda - 19, setembro 2011 às (15:36)

Que legal, o único que eu não conhecia bem era condado. Canastra eu sabia por causa do sítio, né…. Aqui em SC (acho que é só aqui) canastra também é um jogo de cartas. Beijos,

@minha_estanteMinha Estante

Julia G - 19, setembro 2011 às (16:07)

Como sempre, a coluna está demais. Sempre me divirto lendo palavras, diferentes ou não, sob uma perspectiva contextual. Haja criatividade!!

E as escolhas dos livros não poderiam ter sido melhores 😀
Adorei!

Beijos

Van Castro - 19, setembro 2011 às (18:02)

Nossa, não sabia o significado de canastra… só conhecia o jogo mesmo ^^

Marcelo Lima - 19, setembro 2011 às (19:32)

Adoroo! Muito legal e um otimo texto “)

Vitrine de Promoções - 20, setembro 2011 às (00:48)

Olá!!!!

Gostaríamos de convidar vc e todos seus frequentadores para participarem dos sorteios literários que estão acoontecendo em nosso blog. Ficaríamos muito felizes com a visita de vcs e a participação!!!!!

Desde já, agradecemos a atenção!!!!

Beijinhos!!!!

Vivian Pereira / Irene Moreira

http://www.vitrinedepromocoes.blogspot.com

http://www.twitter.com/vitrinedepromos

Regiane Cristina S. - 20, setembro 2011 às (17:01)

Oi Aione!

Muito interessante essa coluna e amei o tema fantasia e literatura. Sou suspeita para falar, já que eu amo!

Eu não conhecia a palavra canastra, e fiquei surpresa pelo significado.

Adorei o post!

Beijinhos

Ler e Almejar

Vanessa Tourinho - 02, outubro 2011 às (17:44)

Sério, adorei essa coluna!
Parabéns, Pri.
Ótimas escolhas.

Bjs.
ParaisoEmPapel

Túlio Lima Botelho - 10, janeiro 2012 às (23:05)

Já Li Nárnia e O Senhor dos Anéis e eles são maravilhosos, fantasia das melhores. Os outros ainda não li, mas fiquei interessado.

http://estacao-bio.blogspot.com

Últimas Resenhas

Calendário de posts

setembro 2011
S T Q Q S S D
« ago   out »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Desafio Fuxicando Sobre Chick-Lits 2019

<div class="titulo desafio-fuxicando-sobre-chick-lits-2019"><h6>Desafio Fuxicando Sobre Chick-Lits 2019</h6></div>

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2019 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por