[Resenha] Mensageira da Sorte - Fernanda Nia | Minha Vida Literária
19

nov
2019

[Resenha] Mensageira da Sorte – Fernanda Nia

Título: Mensageira da Sorte
Autor: Fernanda Nia
Editora: Plataforma 21
Número de Páginas: 423
Ano de Publicação: 2018
Skoob: Adicione
Compare e Compre: AmazonAmericanasSaraivaSubmarino

Em pleno Carnaval carioca, durante uma confusão em um protesto contra a AlCorp – uma corporação que controla o preço dos alimentos e medicamentos no país – Cassandra Lira, ou Sam, passa a ser uma mensageira temporária no Departamento de Correção de Sorte (DCS), uma organização extranatural secreta incumbida de nivelar o azar na vida das pessoas.
Para manter esse equilíbrio, os mensageiros devem distribuir presságios de sorte ou azar para alguns escolhidos. O primeiro “cliente” de Sam é justamente o seu vizinho e colega de classe, Leandro. O garoto é um youtuber em ascensão e a ajuda dela, na forma de uma mensagem sobre nada menos que paçocas, impulsiona Leandro a fazer um vídeo que o levará para o auge da fama. O que Sam não sabe é que o rapaz também é um ávido participante dos protestos contra os abusos da AlCorp, comprometido a expô-los em seu canal, independentemente dos riscos que possa correr, e a garota se vê obrigada a usar a sorte do DCS para protegê-lo.
Mesmo que não entenda por que foi escolhida para trabalhar para o Destino, logo ela se vê no meio de uma rede de intriga, corrupção e poder.
Ainda lidando com a culpa pela morte do próprio pai e com seus sentimentos por Leandro, Sam embarcará na jornada de desmascarar a quadrilha que está deteriorando o sistema da Justiça, tanto a natural quanto a extranatural, e fazer com que a balança do Destino se equilibre outra vez.

Com sua estreia na literatura jovem, Fernanda Nia publica pela Plataforma 21 o livro Mensageira da Sorte, repleto de originalidade, personagens interessantes e um universo que pode e deve ser expandido em muitos outros livros.

Quando Cecília, a mensageira da sorte, é ferida, cabe a Sam ocupar seu lugar temporariamente e entregar as mensagens de sorte enviadas pelo departamento. Contudo, o que garantia um serviço relativamente simples acaba ficando problemático quando ela precisa entregar uma mensagem para Leandro, um youtuber que é ninguém mais e ninguém menos do que o seu vizinho gato. Como se não bastasse essa tirada do destino, Leandro também é envolvido em protestos contra a AlCorp, algo que Sam deseja manter a todo custo longe, o que não será tão possível assim.

Sam tem 16 anos, mas a vida fez com que ela amadurecesse mais rápido e isso é visto em seus diálogos perspicazes, muitas vezes trazendo reflexões que vão além da sua idade. Mesmo com essas características que desviam um pouco de sua idade, dá para perceber a forma inocente como ela reage a situações que considera injustas, envolvendo ou não o departamento de correção da sorte. É uma personagem de facetas que agrada bem a um público geral.

Enquanto temos Sam fugindo de protestos por algo do seu passado, Leandro não tem medo do perigo e luta independentemente de sua vida correr risco. Criando o canal no Youtube, trazendo verdades sobre a AlCorp e os protestos em que a polícia é violenta, Leandro faz a vez de herói atual, motivando a sociedade através de uma plataforma muito usada.

Apesar dos dois terem formas diferentes de lutar pelos seus ideais, ambos são justos e querem um mundo sem violência, o que não está acontecendo na cidade por causa da AlCorp, uma empresa opressora e dominadora que sabe muito bem apagar quem vai contra eles. E é bem esse ponto que mais me chamou a atenção, o fato de trazer algo tão atual quanto protestos lutando pela igualdade, corporações que não se agradam com isso e a violência que na verdade é causada por agitadores que apenas querem ver o circo pegar fogo.

Esse foi um livro que ganhei no sorteio da Maratona Leia Nacional lá no Instagram e tinha me comprometido em concluir a leitura ainda esse ano. Apesar de ter demorado para pegar e ler, Mensageira da Sorte conta com um enredo fluído, de diálogos rápidos, repletos de referenciais culturais que, com certeza, vai levar o leitor para uma atmosfera nostálgica. Um suspense com bastante ritmo, uma resolução bem simples e frases filosóficas para levantarmos questionamentos, é uma leitura perfeita para jovens iniciando no meio literário.

 





Deixe o seu comentário

6 Respostas para "[Resenha] Mensageira da Sorte – Fernanda Nia"

Angela Cunha - 20, novembro 2019 às (07:26)

Ler uma resenha assim, enche o peito de alegria!
Sou fã demais da nossa literatura nacional e mais fã ainda quando tenho a oportunidade de conhecer novos autores e com isso, novos trabalhos!
Ainda não tinha visto ou lido nada a respeito deste livro e como amo o gênero, claro que já vai pra listinha de desejados!
Se tem essa mistura de realidade, fantasia e suspense? Melhor ainda!
Beijo

Scheila - 20, novembro 2019 às (08:36)

Oii, Fran!
Vou te confessar que fantasia não me atrai muito.. maaaas, esse enredo me chamou bastante atenção!
Utilizar referencias culturais foi uma ótima ideia da autora..
Adoro autores nacionais.. <3
Beijos!

RUDYNALVA - 20, novembro 2019 às (23:51)

Francine!
Apesar da fantasia envolvida, achei um livro bem atual que fala sobre a violência nas corporações para chegarem aonde chegam, e ainda tem todo o lance de usar as redes sociais para divulgar o que acontece e como os protagonistas estão diante de suas lutas.
cheirinhos
Rudy

Anna Mendes - 27, novembro 2019 às (10:04)

Oi Fran!
Amei a resenha!! <3
Fiquei completamente apaixonada pela capa desse livro!
Gostei bastante da premissa! Eu não conhecia o livro e nem a autora, mas já fiquei curiosa para conhecer a escrita dela.
Os personagens parecem ser bem cativantes, principalmente a protagonista. Achei muito legal os temas atuais que a autora trouxe para a história, principalmente a questão dos protestos e a violência nessas manifestações.
É um livro que com certeza vai para a minha lista de desejados! 🙂
Bjos!

Maria Cecília Vieira - 27, novembro 2019 às (10:30)

Não lembro de já ter lido alguma resenha sobre esse livro e apesar de não ser o meu gênero literário favorito, confesso que gostei bastante! Nada melhor do que pegar um livro que demoramos para começar a ler e ele ainda assim nos trazer uma grata surpresa, né? Gostei da parte de ter suspense no meio!

Fabiolla Devenz - 27, novembro 2019 às (14:24)

Adorei a capa do livro, dá meio que um toque de magia à capa.
Achei interessante o foco do livro não ser o romance (pelo menos acredito nisso rsrs) e sim a aventura, o suspense que é ir contra uma corporação que detêm grande poder e controle sobre as pessoas. Achei incapaz de não ligar aos dias atuais, onde há grande repreensão pelos protestos.

Últimas Resenhas

Calendário de posts

novembro 2019
S T Q Q S S D
« out   dez »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Desafio Fuxicando Sobre Chick-Lits 2019

<div class="titulo desafio-fuxicando-sobre-chick-lits-2019"><h6>Desafio Fuxicando Sobre Chick-Lits 2019</h6></div>

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2019 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por