[Resenha] Agora que ele se foi — Elizabeth Acevedo - Minha Vida Literária
Minha Vida Literária
08

jun
2022

[Resenha] Agora que ele se foi — Elizabeth Acevedo

Camino Rios é uma jovem ambiciosa que sonha em estudar medicina nos Estados Unidos, onde seu pai mora. Ela vive em Sosúa, na República Dominicana, com a tia, uma respeitada curandeira do bairro. Todo verão, Camino espera ansiosamente pela visita anual do pai durante seu aniversário.
Em Nova York, Yahaira Rios, uma ex-campeã de xadrez, gosta de passar os dias vendo tutoriais de manicure na internet e de observar a namorada cuidar de plantas. Desde que Yahaira nasceu, o pai passa os meses de verão na República Dominicana, supostamente a negócios.
Com a queda do voo 1112, os dois mundos que Yanos Rios manteve separados durante anos por fim se unem quando Yahaira e Camino descobrem que são irmãs. Enquanto lidam com a perda do pai, cada uma a sua própria maneira, precisam fazer as pazes com o fato de que ele era um ser humano complexo e imperfeito.
Em Agora que ele se foi, uma emocionante narrativa em versos livres inspirada na história real do voo 587 e nas consequências que causou na vida dos que foram afetados por ele, Elizabeth Acevedo toca o leitor ao tratar de luto, dor, família, sonhos, identidade e conflitos de realidades econômicas.

 

Ficha Técnica

Título: Agora que ele se foi
Título original: Clap when you land
Autor: Elizabeth Acevedo
Tradução: Karine Ribeiro
Editora: Nacional
Número de Páginas: 296
Ano de Publicação: 2021
Skoob: Adicione
Compare e compre: AmazonAmericanasSubmarino

 

Resenha: Agora que ele se foi

Agora que ele se foi é o terceiro romance jovem adulto de Elizabeth Acevedo e meu primeiro contato com a obra da autora. Escrito em versos livres, foi publicado pela editora Nacional e conta com tradução de Karine Ribeiro.

Camino Rios vive na República Dominicana com a tia e sonha em estudar medicina nos EUA, onde o pai mora. Ele a visita uma vez por ano, na época de seu aniversário. Yahaira, ex-campeã de xadrez, vive em Nova York e passa os dias com a namorada. Seu pai viaja a negócios uma vez por ano para a República Dominicana, onde nasceu. O mundo das duas colide quando perdem o pai em um acidente de avião, descobrindo que são meio-irmãs.

O que primeiro chamou minha atenção em Agora que ele se foi foi a facilidade com que Elizabeth Acevedo insere o leitor na trama, contextualizando cenários e situações, além de como apresenta as personagens. A narrativa se alterna entre a perspectiva de Camino e Yahaira, e foi muito rápido me conectar com ambas. Adorei como as emoções das duas são complementares: ao mesmo tempo em que a existência da outra é o que intensifica a dificuldade daquilo que cada uma vive, é essa existência que torna possível a elas encontrarem apoio e conforto, já que sabem exatamente o que a outra está sentindo.

Embora o luto seja um dos temas centrais, e abordado com bastante sensibilidade, não é a única questão presente. Identidade, sexualidade, relações familiares e contextos sócio-políticos aparecem mesclados à narrativa, muito bem trabalhados. Destaque para como Elizabeth Acevedo apresenta a cultura dominicana, da qual ela descende. 

O trunfo de Agora que ele se foi está em como a autora desenvolve toda complexidade das personagens de maneira tão bonita e sensível. O choque de Camino e Yahaira está, em grande parte, por terem que lidar com a oposição de nutrir um profundo amor por alguém que se mostra tão imperfeito. Como conciliar esses sentimentos? Como preservar memórias importantes, que podem ter sido afetadas por segredos e mentiras? Como lidar com a ausência e o luto? A narrativa transborda emoção, e foi impossível não me sentir tocada em diversas passagens.

Ao final, Agora que ele se foi foi uma leitura intensa, sensível e emocionante, que me deixou encantada pela escrita de Elizabeth Acevedo e curiosa por seus outros trabalhos. Vale dizer que a história é baseada na queda real do voo 587, e foi a homenagem da autora aos passageiros, majoritariamente dominicanos e descendentes de dominicanos, para que não fossem esquecidos.





Deixe o seu comentário

Minha Vida Literária

Caixa Postal 452

Mogi das Cruzes/SP

CEP: 08710-971

Siga nas redes sociais

© 2022 • Minha Vida Literária • Todos os direitos reservados • fotos do topo por Ingrid Benício