[Resenha + Promoção] Wink Poppy Midnight - April Genevieve Tucholke | Minha Vida Literária
09

fev
2018

[Resenha + Promoção] Wink Poppy Midnight – April Genevieve Tucholke

Resenha Wink Poppy Midnight

Título: Wink Poppy Midnight
Autor: April Genevieve Tucholke
Editora: Galera Record
Número de Páginas: 224
Data de Publicação: 2017
Skoob: Adicione
Compare e Compre: AmazonAmericanasSaraivaSubmarino

Um thriller que traz narradores nada confiáveis que vão fazer você duvidar até da sua própria moral. Indicado pela YALSA e pela TeenVogue como um dos melhores livros de ficção jovem-adulta de 2016. Wink é a nova vizinha esquisita e misteriosa, com seus cachos ruivos rebeldes, suas sardas e suas roupas estranhas. Poppy é a rainha do ensino médio, com seu cabelo loiro perfeito, sua beleza estonteante e sua grande habilidade para a manipulação e crueldade. Midnight é o menino doce e inseguro que se vê entre as duas. Wink sabe contar muitas histórias de cor. Ela está ciente de que todas elas precisam de um herói para derrotar o vilão. Poppy não acredita em histórias. Ela acredita acima de tudo, em si mesma e acha que pode conquistar e derrotar qualquer coisa. Midnight até acredita em histórias, mas ele está certo de que nunca vai ser protagonista de nenhuma, mesmo que Wink pense o contrário. Ele não é bom em nada. Poppy é a rainha da escola. Wink é a menina excluída que parece viver em um mundo particular e fantasioso. Midnight é o garoto preso entre elas que se vê obrigado a lidar com as consequências de um trote sombrio. Mas o que realmente aconteceu? Alguém sabe a verdade. Alguém está mentindo. Mas quem?

Wink Poppy Midnight, de April Genevieve Tucholke, é um daqueles livros difíceis de se explicar; tanto sua premissa quanto as impressões que me causou não são assim tão bem definidas. Indefinição essa, inclusive, que se estende ao gênero a que o livro pertence: sem dúvidas, é um YA (jovem adulto), mas já não tenho a mesma confiança em apontá-lo como um thriller, apesar do suspense ser um ingrediente marcante na leitura.

Aqui conhecemos a história de Wink, Poppy e Midnight, três jovens que desde criança frequentem os mesmos ambientes, mas são bastante diferentes entre si. Wink tem toda uma aura mística ao seu redor, proveniente de sua própria família. É a garota quieta, misteriosa e que frequentemente sofre bulliyng por ser como é. Poppy é a rainha, a garota cuja beleza cega a todos sobre sua verdadeira personalidade e que não hesita em praticar bullying, seja com quem for; e Midnight é o garoto doce, apaixonado por Poppy desde criança e cuja bondade é nitidamente perceptível. Quando Midnight e Wink se aproximam, as reações de Poppy são as menos amistosas possíveis, gerando toda uma cadeia de ações capazes de colocar à prova a realidade sobre cada um deles.

A verdade é que Wink Poppy Midnight, como o próprio título anuncia, é um livro sobre personagens. As ações e cenários existem apenas para revelá-las, e por isso torna-se confuso tentar explicar a história. A própria narrativa é completamente ligada a cada um dos três: em primeira pessoa, revela ora a perspectiva de Wink, ora a de Poppy e ora a de Midnight, respeitando e seguindo o vocabulário e personalidade de cada um. A escrita de April Genevieve Tucholke não é convencional, justamente por estar tão atrelada às personagens, e dela se destaca um tom reconhecidamente poético. Ainda, há um componente metalinguístico bastante importante na trama, e compreendê-lo é uma pista para se descobrir o que está por detrás dos acontecimentos.

O ponto que mais me agradou em Wink Poppy Midnight está em sua temática central: a complexidade existente em cada pessoa. O livro se inicia com papéis muito bem definidos sobre cada um dos protagonistas e, conforme a leitura avança, eles vão sendo pouco a pouco desconstruídos e embaralhados, a ponto de mudar toda nossa visão sobre elas. E é então que a surpresa da trama se dá, demonstrando o quanto April Genevieve Tucholke foi sutilmente a construindo nas entrelinhas.

Apesar de ter gostado de como a narrativa é composta e, sem dúvidas, adorar a mensagem que o livro transmite, não gostei da leitura como imaginei que ela me agradaria, nem fui de fato impactada por ela. A revelação dos segredos de Wink Poppy Midnight, na realidade, não me surpreendeu, uma vez que eu já havia compreendido a intenção da autora, ao mesmo tempo que achei muitos dos acontecimentos jogados, até mesmo um pouco confusos. O próprio cenário em si, por sem principalmente o de uma floresta, traz um toque fantasioso na atmosfera da trama que não é exatamente a que mais me agrada.

Em linhas gerais, Wink Poppy Midnight é um livro composto por bons elementos, mas que, juntos, não funcionaram tão bem para mim. Porém, acredito que isso tenha acontecido por eu não mais fazer parte de seu público alvo e que ele funcione melhor a leitores mais jovens. Certamente, o componente surpresa do livro, se realmente funcionar como tal, causará muito mais impacto em quem estiver lendo, melhorando consideravelmente as impressões proporcionadas pela leitura.

 

Promoção Wink Poppy Midnight

Que tal ganhar um exemplar de Wink Poppy Midnight? Confira as informações para participar!

Regras:

  • Ter endereço de entrega no Brasil;
  • Preencher o formulário do Rafflecopter.

Considerações:

  • Após preenchida a entrada obrigatória, as demais são opcionais;
  • Nas opções em que é necessário visitar fanpages do Facebook, é preciso, também, curti-las para que elas sejam validadas como chances extras;
  • A promoção tem início hoje e ficará no ar até às 23h59 do dia 25/02;
  • O vencedor será contatado por email e terá até 48h para respondê-lo;
  • O livro será enviado em até 40 dias úteis.
  • O blog não se responsabiliza em caso de perda ou extravio, e um novo envio do prêmio não ocorrerá nesses casos. Certifique-se de que sempre haverá alguém em casa para recebê-lo, e confira corretamente os dados de entrega antes de mandá-los quando for contatado.
  • Para informações gerais sobre a política das promoções, acesse o tópico “Promoções” aqui.

 

a Rafflecopter giveaway

Boa sorte a vocês!





Deixe o seu comentário

10 Respostas para "[Resenha + Promoção] Wink Poppy Midnight – April Genevieve Tucholke"

RUDYNALVA CORREIA SOARES - 09, Fevereiro 2018 às (21:13)

Aione!
Gosto de me arriscar em leituras diferenciadas, onde os protagonistas são a própria história e aqui ainda tem a forma de escrita um tanto mais poética, o que muito me agrada.

Participo e sairá divulgação no blog.
Rudynalva Correia Soares
rudynalva@yahoo.com.br
Um carnaval de alegria e moderação e bom final de semana!
“Quer você acredite que consiga fazer uma coisa ou não, você está certo.” (Henry Ford)
cheirinhos
Rudy
TOP COMENTARISTA FEVEREIRO: 3 livros + vários kits, 5 ganhadores, participem!
BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

Responder

Michelli Prado - 09, Fevereiro 2018 às (22:20)

É a primeira resenha que leio sobre este livro, e como sou daquelas que ama leituras bem diferente do padrão, confesso que fiquei bem interessada pelo livro, pela forma de uma escrita diferente do que estou acostumada, e sem expectativa sobre a historia, creio que seria uma leitra bastante interessante!!

Responder

Millena - 11, Fevereiro 2018 às (13:54)

Oi, oi! Adoro suas resenhas, são maravilhosas! Só que acho que voce deveria colocar a classificação dos livros de 1 a 5 estrelas que nem a Pah… Bjs

Responder

Aione Simões 13 fev 2018

@Millena, oi, Milena! Muito obrigada pela sugestão! Não coloco as classificações porque não gosto. As notas que costumo dar são bem pessoais, no sentido de não existir um padrão pra elas. É algo que serve mais pra eu me orientar sobre o quanto gostei de cada livro do que para dizer o quanto acho que cada um “vale”.
Acho que colocar nota em uma resenha dá uma definição pra leitura que nem sempre corresponde com a realidade, como, por exemplo: eu posso não gostar de um livro excelente e por mais que eu saiba interpretar a nota que eu daria para ele, alguém que a visse poderia entender que considero o livro ruim e ficaria com essa impressão, com essa imagem sobre ele.
Prefiro simplesmente abordar minha opinião e deixar que cada um entenda por si a minha avaliação hehe!

Responder

Carla - 15, Fevereiro 2018 às (07:47)

Que capa maravilhosa! Estou curiosíssima para descobrir os mistérios que esses 3 personagens tão distintos levam consigo 😮

Responder

Giuliana Santos - 15, Fevereiro 2018 às (12:02)

Gostei! Só pela sua resenha deu pra ver que ele é um livro bem diferentao haha e isso me atrai bastante. Achei bacana esse ponto que você destacou que aborda os personagens e suas personalidades bem construídas no início, mas que no decorrer da história isso vai sendo desconstruido, até porque às vezes as aparencias enganam, né?! Bjs

Responder

Maíra Souza - 21, Fevereiro 2018 às (10:36)

Gostei bastante da sinopse e resenha! Também não sou a maior fã desse género literário mas gosto de dar uma chance… Se tiver oportunidade vou ler, porque me interesso bastante pelo tema, bulliyng!

Responder

Gabriela Nunes dos Santos - 22, Fevereiro 2018 às (00:05)

Eu amo romances e chick-lits, mas um bom thriller é sempre bem-vindo e esse parece ótimo.

Responder

Ana Carolina Venceslau Dos Santos - 26, Fevereiro 2018 às (22:34)

Acho que a escrita poética do livro foi o que realmente me chamou atenção eu não sou muito dada a livros de poesia mas eu fiquei muito tocada com as utiliza com a qual livro foi escrito Então acho que com certeza vai ser uma leitura válida para mim

Responder

Ana I. J. Mercury - 28, Fevereiro 2018 às (14:18)

Achei a capa lindíssima.
Porém, a história pareceu-me meio confusa.
Acho que o ponto forte é demarcar os sentimentos dos personagens e não os acontecimentos em si.
Não vou ler, não.
bjsss

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2018 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por